Participe do grupo Misturebas no WhatsApp

Caminhoneiro conhecido como “Zé Trovão” é alvo de buscas em investigação do STF

Caminhoneiro conhecido como “Zé Trovão” é alvo de buscas em investigação do STF
Imagem: Agência Brasil

O mandado de busca e apreensão foi cumprido na manhã desta sexta-feira, na casa do caminhoneiro, em Joinville.

Na manhã desta sexta-feira (20), um mandado de busca e apreensão foi cumprido pela Polícia Federal (PF) na casa do caminhoneiro Marcos Antônio Pereira Gomes, conhecido como “Zé Trovão”. O mandado foi expedido pelo Supremo Tribunal Federal (STF) e cumprido na residência do investigado, na cidade de Joinville, no Norte do Estado. Ele também foi intimado a comparecer à sede da PF na tarde de hoje.

O ministro Alexandre de Moraes autorizou 13 mandados em 29 endereços que atendem ao pedido da subprocuradora Lindora Araújo, da Procuradoria-Geral da República (PGR) na ação que investiga atos violentos e ameaçadores contra a democracia.

Continua depois da publicidade

No Estado, outros dois empresários são alvo da investigação, sendo eles Alexandre Urbano Raitz Peterson e Turíbio Torres. Segundo a PF, foram cumpridos até as 10h as buscas nas cidades de Joinville e São Francisco do Sul. Celulares e documentos apreendidos na ação foram encaminhados à sede do órgão.

Além dos municípios de Santa Catarina, a PF cumpriu mandados no Distrito Federal e nos estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Mato Grosso, Ceará e Paraná. Entre os alvos, estão o deputado federal Otoni de Paula (PSCRJ) e o cantor Sérgio Reis. De acordo com o despacho de Morais, a PGR sustenta que as postagens e vídeos publicados demonstram que “Zé do Trovão” teria convocado a população por meio das redes sociais, para a prática de atos criminosos e violentos.

>> LEIA MAIS: Estrada Solidária conclui campanha com 24,4 toneladas de alimentos arrecadados em SC e  478 no Brasil

O documento ainda afirma que as justificativas das medidas cautelares levaram em consideração “a atuação dos investigados na divulgação de mensagens, agressões e ameaças contra a democracia, o estado de direito e suas instituições”.

“Zé trovão” divulgou nas redes sociais nesta manhã, um vídeo em que mostra o mandado de busca, a intimação para prestar esclarecimentos na Polícia Federal e falou sobre o cumprimento do mandado recebido.

“Ninguém aqui está cometendo crime, então não é justo que eu tenha que estar passando por tudo isso. Eu tenho quatro crianças, um recém-nascido. Às 6h da manhã acordamos com eles [Polícia Federal] dentro da minha residência. Não foi chamando no portão, mas sim do lado de dentro”

 

Com informações do G1

Compartilhe nas suas redes sociais


Siga as redes sociais do Portal Misturebas
Instagram: Clique aqui ✅ Telegram: Clique aqui
✅ Facebook: Clique aqui  ✅ Youtube: Clique aqui


Sugestão de pauta

Mais notícias
Atendimento