Participe do grupo Misturebas no WhatsApp

Em janeiro, Juro Zero aumentou 110% o valor disponibilizado aos catarinenses

Em janeiro, Juro Zero aumentou 110% o valor disponibilizado aos catarinenses
Foto: Clovis Perozin/Arquivo/SDE

O programa existe há nove anos e incentiva o empreendedorismo, apoiando os pequenos negócios.

O Programa Juro Zero, coordenado pela Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável, registrou a marca de R$ 5,7 milhões em concessões de crédito em janeiro deste ano, um aumento de 110% em relação ao mesmo mês do ano passado. O programa existe há nove anos e incentiva o empreendedorismo, apoiando os pequenos negócios em Santa Catarina.

Entre abril de 2020 e janeiro deste ano, período da pandemia, foram mais de R$ 57 milhões em concessões. Um aumento de 26,1% no número de operações. Nesse período, houve também alta de 91% no valor disponibilizado, se comparados com os mesmos meses de 2019/2020, quando o programa registrou R$ 29,9 milhões em empréstimos.

Continua depois da publicidade

De acordo com dados de 2021 da Receita Federal, Santa Catarina conta com 496.423 mil MEIs, sendo o quarto estado do país. Conforme dados do Sebrae/FGV/2017, as micro e pequenas empresas têm 41,8% na participação do PIB do Estado e são responsáveis por gerar quase 50% dos empregos (Caged/2020).

“O microempreendedor individual é aquele que faz sozinho seu negócio prosperar, sendo um grande motor da economia catarinense. Mais de 61 mil famílias catarinenses vivem exclusivamente da renda gerada pelo MEI. E o Juro Zero é nosso programa carro-chefe no desenvolvimento, pois, além de contribuir financeiramente para estes profissionais, é o grande propulsor na formalização e no crescimento destes empreendedores do Estado”, avalia o secretário do Desenvolvimento Econômico Sustentável, Luciano Buligon.

Chapecó, Joinville, Lages, Criciúma, Florianópolis, Concórdia, Jaraguá, Brusque e Blumenau estão entre os municípios que lideram os números de concessões de crédito no estado. Quando se trata das principais atividades, a lista é composta por comércio varejista do vestuário; cabeleireiro, manicure e pedicure; obras de alvenaria; atividades estéticas; promoção de vendas; bares e outros estabelecimentos; confecção de peças; lanchonetes e casas de chá.

Desde que foi implantado, em 2011, o Juro Zero concedeu mais de R$ 341 milhões, movimentando diretamente mais de R$ 390 milhões na economia catarinense.

LEIA TAMBÉM: Ascurra inicia vacinação contra Covid-19 em idosos entre 70 e 74 anos

O Programa

Presente em 100% de Santa Catarina, o programa Juro Zero disponibiliza ao microempreendedor individual empréstimos de até R$ 5 mil que podem ser parcelados em oito prestações. Ainda, se as sete primeiras prestações forem pagas em dia, a última é isenta. Para participar, o MEI deve ter receita anual de até R$ 81 mil e ser formalizado.

O Juro Zero é operacionalizado pelo Badesc e conta ainda com parceria da Associação das Instituições de Microcrédito e Microfinanças da Região Sul do Brasil (Amcred) e do Sicoob – Sistema de Cooperativas de Crédito do Brasil.

Recorde em 2020

Conforme informações do Governo do Estado, em 2020, o programa Juro Zero registrou recorde, com a marca de mais de R$ 59 milhões em concessões de crédito no período entre janeiro e dezembro, a partir de 14.440 operações. O que resultou em um aumento de 67% no valor disponibilizado, se comparado com o mesmo período de 2019.

Compartilhe nas suas redes sociais


Siga as redes sociais do Portal Misturebas
Instagram: Clique aqui ✅ Telegram: Clique aqui
✅ Facebook: Clique aqui  ✅ Youtube: Clique aqui


Sugestão de pauta

Mais notícias
Atendimento