Participe do grupo Misturebas no WhatsApp

Corpo de jovem desaparecido na Praia dos Ingleses é encontrado

Corpo de jovem desaparecido na Praia dos Ingleses é encontrado

O corpo do jovem de 22 anos que estava desaparecido desde o dia 10 de janeiro na Praia dos Ingleses foi localizado na madrugada desta terça-feira, 15 de janeiro. A identificação e a causa da morte por afogamento foram confirmadas pelo Instituto Médico Legal (IML) na manhã desta terça por meio de exame feito a partir da impressão digital.

A vítima, identificada como Fernando Lima de Mattos, desapareceu enquanto tomava banho no mar. Ele era natural de Foz do Iguaçu, mas residia em Curitiba e visitava a capital catarinense. No dia do desaparecimento, buscas foram feitas com o helicóptero Arcanjo e com os guarda-vidas.

Continua depois da publicidade

Misturebas - A informação ao seu alcance!

Temporada perigosa

Fernando é a terceira vítima de afogamento nesta temporada nas praias da capital.

O número total de pessoas que perderam a vida após se afogarem no mar chegou a 15 nesta temporada em todas as praias do Estado conforme dados do Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina. Em água doce, foram registradas 21 mortes durante o período.

Continua depois da publicidade

Misturebas - A informação ao seu alcance!

Somente no último fim de semana, nos dias 12 e 13 de janeiro, cinco pessoas morreram afogadas no Estado em rios, lagoas e no mar.

Saiba como ajudar corretamente

Pessoas que não sabem nadar não devem tentar salvar alguém que esteja se afogando, ainda que esse seja o primeiro impulso. A orientação em casos como esse é lançar objetos flutuantes, como boia.

Ainda que seja seu filho ou seu irmão, se a pessoa não souber nada também, vai ser só uma segunda vítima — orienta o 1° tenente e chefe do Centro de Comunicação Social do CBMSC, Ian Triska.

Sinalização no mar deve ser respeitada

Assim como no trânsito, no mar a sinalização também deve ser respeitada por quem frequenta o local. Todas as manhãs, os guarda-vidas percorrem a extensão das praias observando as condições do mar e os locais com buracos para sinalizar os locais em que os banhistas devem ter mais cuidado ou, até mesmo, evitar se banhar.

Bandeiras vermelhas sinalizam que naquela região há fortes correntes de retorno, onde não é indicado a presença de banhistas, principalmente de crianças. Mas se a bandeira for verde, quer dizer que o mar está tranquilo — explica o salva-vidas Samuel Torres, que há 10 anos atua na praia do Novo Campeche.

Mas as bandeiras que não são fixas. Torres conta que essa mesma vistoria é feita em outros momentos do dia, de modo que eventualmente as bandeiras podem ser retiradas de um lugar e serem colocadas em outro. Por isso, quem frequenta a praia em diferentes horários do dia devem ficar atento a essas sinalizações.

Um local que inicialmente foi considerado tranquilo para banho de manhã, à tarde poderá estar sinalizado com a bandeira vermelha, porque as condições mudaram no decorrer do dia.

O mar calmo, a água visualmente verdinha e o calor de suar é motivo de preocupação para os guarda-vidas.

O maior número de ocorrências são registradas em dias quentes, com água quente e mar tranquilo, pois é quando as pessoas costumam se aventurar mais por conta das circunstâncias favoráveis — ressalta Torres.

 

Fonte: nsc | Foto: Cristiano Estrela
Compartilhe nas suas redes sociais


Redação Misturebas

Seja o repórter e nos envie fotos e dados!
WhatsApp Chat: http://abre.ai/grupomisturebas
Instagram: instagram.com/portalmisturebas
Telegram: https://t.me/misturebas

Portal Misturebas – A informação ao seu alcance | 13 anos ®️

publicidade

AGWP

Sugestão de pauta


Mais notícias
Atendimento