Categorias
Notícias Policial

Integrantes de facção criminosa são condenados por matar namorada de comparsa em Barra Velha

Cinco integrantes de uma facção criminosa foram condenados em sessão do Tribunal do Júri na comarca de Barra Velha, que durou 24 horas, por assassinar uma mulher que namorava um dos envolvidos. Os integrantes tiveram penas que, somadas, ultrapassam 80 anos de prisão.

O grupo foi julgado por assassinar uma mulher, e já estava encarcerado em unidades prisionais de Barra Velha e nas cidades de Itajaí, São Francisco do Sul e Joinville. A maior pena aplicada foi de 23 anos, e a menor, de um ano e dois meses, esta a ser cumprida em regime inicial aberto, para o réu condenado, apenas, por ser um membro da organização. O juiz Gustavo Schlupp Winter foi o responsável pela condução dos trabalhos.

A sessão foi realizada na última semana e movimentou a cidade do Litoral Norte catarinense. Um forte aparato de segurança da Polícia Militar (PM) foi montado em frente ao fórum para manter a ordem

O crime ocorreu no dia 19 de maio de 2019. Conforme a denúncia do Ministério Público, a vítima, 21 anos na época, era namorada de um dos envolvidos, e teve a morte decretada pela organização criminosa após colaborar com a polícia ao prestar um depoimento.

>> LEIA MAIS: Entra em vigor lei sobre transporte de animais domésticos em ônibus intermunicipais de SC

Nos laudos, consta que a jovem possuía ferimentos na cabeça, tórax e abdômen, provocados por projéteis disparados por uma arma de fogo.

Por Mariana Dutra

Olá, meu nome é Mariana Dutra, tenho 21 anos e sou graduanda em Jornalismo. Sou carioca e futura fotojornalista.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.