Participe do grupo Misturebas no WhatsApp

Funcionário público investigado por assedio é exonerado do cargo em Indaial SC

Funcionário público investigado por assedio é exonerado do cargo em Indaial SC
Foto: Ilustrativa

Conforme as informações iniciais do caso, a vítima teria começado a prestar serviços à Prefeitura Municipal no início do mês.

Nesta semana, um caso de assédio sexual está sendo investigado na Prefeitura Municipal de Indaial, no Médio Vale do Itajaí. A denúncia foi feita à Polícia Civil pela vítima, uma mulher de 34 anos, que seria funcionária terceirizada. 

A decisão de exonerar o funcionário comissionado partiu do Prefeito André Moser, após tomar conhecimento de todo o caso. A notícia causou repercussão pela forma como procedeu toda situação e pela posição do funcionário. 

Continua depois da publicidade

Conforme as informações iniciais do caso, a vítima teria começado a prestar serviços à Prefeitura Municipal no início do mês e, por diversas vezes, teria sido assediada por um homem, de 52 anos, que possui cargo comissionado.

ENTENDA MAIS SOBRE O CASO: Caso de assédio sexual é investigado na Prefeitura de Indaial

O assediador acusado, disputou as eleições no município ano passado, 2020, para o cargo de vereador pelo partido tucano. O homem obteve 293 votos e ficou na suplência parlamentar. O diretor municipal do PSDB afirmou que diferente do que foi veiculado, o homem envolvido no escândalo não é presidente da sigla.

Compartilhe nas suas redes sociais


Siga as redes sociais do Portal Misturebas
Instagram: Clique aqui ✅ Telegram: Clique aqui
✅ Facebook: Clique aqui  ✅ Youtube: Clique aqui


Sugestão de pauta

Mais notícias
Atendimento