Participe do grupo Misturebas no WhatsApp

Após ficar dois anos com pneu preso ao pescoço, alce finalmente fica livre

Após ficar dois anos com pneu preso ao pescoço, alce finalmente fica livre
Foto: Dan Jaynes

O animal teve os chifres cortados pelos agentes florestais para que o pneu fosse retirado de seu pescoço.

No sábado passado, um alce que passou os últimos dois anos com um pneu preso no pescoço finalmente foi liberto. O animal vagueava pelo Estado norte-americano do Colorado com o objeto preso ao corpo. Conhecido há pelos menos dois anos, os guardas florestais já haviam tentado tirar o pneu em outras ocasiões, mas não obtiveram sucesso.

Os guardas florestais do Colorado Parks and Wildlife (CPW), que gere e protege as florestas e biodiversidade no estado, precisaram tranquilizar o alce e cortar os chifres primeiro. Segundo os agentes, o animal tem quatro anos e meio e pesava aproximadamente 270 kg.

Continua depois da publicidade

Um dos guardas, Scott Murdochm contou em um comunicado emitido pela CPW que o objeto estava apertado no pescoço do alce.

“O pneu estava apertado. Não foi fácil tirá-lo, tivemos de o mexer de uma forma específica porque não o estávamos a conseguir cortar. Preferíamos ter cortado o pneu e deixar os chifres para a sua época do acasalamento, mas a situação era dinâmica e tivemos de tirar o pneu da forma possível”.

Foto: Pat Hemstreet

 

Colorado Parks & Wildlife

 

Assim que libertaram o animal, os guardas Murdoch e Swanson ficaram surpresos com o estado do pescoço do alce, que apresentava apenas o pelo arranhado e uma pequena ferida, sem maiores lesões. Além da dificuldade em cortar o pneu, Dawson Swanson, outro agente que esteve no local, contou que a  tranquilização do animal também foi um desafio, por conta da  “curta-distância de ação do equipamento”, juntamente com o movimento dos restantes animais.

“Consegui ficar em boa posição algumas vezes para disparar [o sedativo], mas os outros animais ou outros obstáculos bloqueavam a visão”.

Segundo Dawson Swanson, o animal foi visto por um residente local nas redondezas da sua casa junto de outros 40 alces, que acionaram o CPW.

Jared Lamb / Colorado Parks & Wildlife

>> LEIA MAIS: Proprietário de sucataria é preso por receptar 90 kg de cabos de energia furtados em Blumenau

Não foi a primeira vez que os agentes tentaram tirar o pneu do pescoço do animal. O alce foi identificado pela primeira vez em 2019 por um outro guarda-florestal. Desde então, o animal vagou pelo estado do Colorado, sendo visto nos Condados de Jefferson e Park, e desaparecendo por longos períodos de tempo, particularmente no inverno.

A CPW publicou no Twitter um vídeo que mostra o alce com o pneu ao pescoço ao longo dos últimos dois anos.

 

Com informações de Observador

Compartilhe nas suas redes sociais


Siga as redes sociais do Portal Misturebas
Instagram: Clique aqui ✅ Telegram: Clique aqui
✅ Facebook: Clique aqui  ✅ Youtube: Clique aqui


Sugestão de pauta

Mais notícias
Atendimento