Participe do grupo Misturebas no WhatsApp

Traficantes são presos em Apiúna e Taió

Traficantes são presos em Apiúna e Taió
Foto: Polícia Civil

A investigação para encontrar os criminosos começou dentro de um templo religioso na cidade de Apiúna.

A Polícia Civil da Comarca de Ascurra, nos dias 31 de agosto, 01 e 02 de setembro, deflagrou operação policial PECCATUM e cumpriu 05 mandados de prisão preventiva, expedidos em desfavor de M.A.C.J, M.N.A.O, M.S, A.P e E.C.V, suspeitos da prática dos crimes de tráfico de drogas e associação para o tráfico, delitos previstos nos artigos 33, “caput” e 35, “caput”, ambos da Lei n.º 11.343 de 2006.

A investigação começou no início do mês de maio, na oportunidade no interior de um tempo religioso da cidade de Apiúna, a Polícia Civil localizou diversos objetos relacionados ao tráfico de drogas, tais como: cocaína, maconha, uma balança de precisão e a quantia de R$ 3.230,00 (três mil e duzentos e trinta reais), durante as diligências foi possível qualificar como proprietário da droga e dos objetos a pessoa de M.N.A.O.

Continua depois da publicidade

Prosseguindo com a investigação, a Polícia Civil identificou outros pontos de armazenamento de drogas e outros envolvidos na prática criminosa – existindo uma associação formada para a comercialização de drogas na cidade de Apiúna – desse modo, com base nas informações foi representado ao Poder Judiciário pela busca e apreensão domiciliar em 3 endereços, todos na cidade de Apiúna.

Traficantes são presos em Apiúna e Taió
Objetos encontrados na casa dos traficantes. Foto: Polícia Civil

Durante o cumprimento dos mandados de busca e apreensão, no bairro Loteamento Helena Morro foi encontrado em uma residência objetos relacionados ao tráfico de droga, sendo: maconha, balança de precisão, dinheiro e uma pistola de ar comprimido, restando preso em flagrante M.A.C.J. Em um imóvel no Ribeirão Basílio foi localizada uma quantidade de cocaína fracionada e pronta para ser comercializada, dinheiro e uma balança de precisão, porém os moradores M.S e A.P não estavam em casa no momento.

Diante do encontro das drogas em todos os endereços dos investigados, o Delegado de Polícia Civil da Comarca de Ascurra representou pela prisão preventiva dos investigados, as prisões foram deferidas e realizadas entre os dias 31, 01 e 02, no centro de Apiúna foi preso M.N.A.O e no Loteamento Helena Morro foi preso E.C.V, ainda, foi cumprido um mandado de prisão no interior do Presídio Regional de Blumenau em desfavor de M.A.C.O – que já havia sido preso em flagrante delito.

         LEIA TAMBÉM: Estudantes de Itajaí criam descontaminador de esponjas de louça

O casal M.S e A.P foi preso na cidade de Táio por policiais civis da Delegacia de Ascurra, com o apoio operacional dos Policiais Civis da Delegacia de Taió, após a identificação de que o casal, antes moradores do Ribeirão Basílio, havia fugido para aquela cidade com a finalidade de esquivar das investigações, com eles ainda foi apreendido R$ 6.162,00 (seis mil e cento e sessenta e dois reais) – a troca de informações e colaboração entre as duas delegacias foi fundamental para o êxito das diligências.

Por fim, todos os presos foram encaminhados para o Sistema Penitenciário Catarinense, ficando assim à disposição do Poder Judiciário da Comarca de Ascurra – responsável pela expedição das ordens judiciais.

 

Compartilhe nas suas redes sociais


Siga as redes sociais do Portal Misturebas
Instagram: Clique aqui ✅ Telegram: Clique aqui
✅ Facebook: Clique aqui  ✅ Youtube: Clique aqui


Sugestão de pauta

Mais notícias
Atendimento