Participe do grupo Misturebas no WhatsApp

Mulher tenta levar recém-nascido de maternidade e é presa em Curitiba

Mulher tenta levar recém-nascido de maternidade e é presa em Curitiba
Foto: RPC Curitiba

Ela relatou à PM que venderia o bebê para a vizinha.

Na segunda-feira (12), uma mulher de 23 anos foi presa ao tentar levar um bebê recém-nascido da maternidade do Hospital do Trabalhador, em Curitiba, Paraná. Ela usou roupa de enfermagem para ir até o quarto da criança e disse que a levaria para fazer alguns exames.

A suspeita foi parada na recepção do hospital com a criança no colo. Pega pela polícia, a mulher confessou que venderia o recém-nascido para uma vizinha. A tentativa de fugir com o bebê ocorreu por volta das 18h.

Continua depois da publicidade

Segundo a polícia, a jovem usava roupas de enfermeira e conseguiu chegar até a maternidade desta forma. Em seguida, ela foi até um dos quartos onde estava a mãe da criança e falou que levaria o bebê para realizar alguns exames. A Polícia Militar (PM) informou que a mulher tentou sair por uma das entradas da unidade, mas foi parada por uma equipe que percebeu a ausência da pulseira de paciente.

A mulher foi presa e encaminhada à Central de Flagrantes de Curitiba. A PM informou que em primeiro momento, a jovem disse que havia sofrido um aborto e que precisava de outra criança. Logo depois, disse que pegou o recém-nascido para vender a uma vizinha, em Colombo, Região Metropolitana de Curitiba.

A Polícia Civil está investigando o caso para identificar quem é a mulher que compraria o bebê sequestrado.

>> LEIA MAIS: Cachorrinhos são resgatados após ficarem presos em tubulação de esgoto

O Hospital do Trabalhador divulgou uma nota informando que a mulher foi barrada ao tentar sair do local com a criança no colo. A instituição afirma que ela não possuía a pulseira de identificação como a da criança. Após barrar a jovem, a PM foi acionada e o recém-nascido devolvido para a mãe dele.

Segue a nota publicada:

“Reiteramos que os procedimentos de segurança adotados no Hospital foram efetivos bloqueando a tentativa deste crime. Importante registrar que a Maternidade do Hospital do Trabalhador possui 27 anos de funcionamento sem nenhuma ocorrência desta natureza, demonstrando a qualidade dos seus protocolos de segurança”.

Com informações do RPC Curitiba

Compartilhe nas suas redes sociais


Siga as redes sociais do Portal Misturebas
Instagram: Clique aqui ✅ Telegram: Clique aqui
✅ Facebook: Clique aqui  ✅ Youtube: Clique aqui


Sugestão de pauta

Mais notícias
Atendimento