Participe do grupo Misturebas no WhatsApp

Esquema ilegal de pagamento de horas extras à funcionários da SAMAE é desarticulado, em Blumenau

Esquema ilegal de pagamento de horas extras à funcionários da SAMAE é desarticulado, em Blumenau
Foto: Polícia Civil

Um ex-diretor foi indiciado por peculato doloso, e um ex-gerente pelo crime de peculato culposo.

A Polícia Civil concluiu uma investigação de suspeita de esquema ilegal de pagamento de horas extras a funcionários da SAMAE (Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgoto), em Blumenau.

A ação que ocorreu na terça-feira, 30 de março, foi realizada pela 4ª Delegacia de Combate à Corrupção (DECOR/PCSC), que apurou que o objetivo era subsidiar a campanha política de um ex-diretor da empresa.

Continua depois da publicidade

Misturebas - A informação ao seu alcance!

Segundo o Delegado de Polícia Lucas Almeida, ficou comprovado que houve pagamento descriterioso de horas extras e verba sobreaviso para funcionários, e um aumento significativo em 2020, quando houve pandemia e parte dos funcionários trabalharam em home-office.

LEIA TAMBÉM: Invest SC divulga vídeos de multinacionais sediadas no Estado

Também, verificou-se que parte desses pagamentos era destinados para um ex-diretor como “caixa 2” de campanha política, e que os cerca de 202 mil reais encontrados na casa do candidato eram decorrente da verba apropriada da SAMAE.

Conforme informações da Polícia Civil, por fim, constatou-se fortes indícios de crimes eleitorais praticados. O ex-diretor foi indiciado pelo crime de peculato doloso, e um ex-gerente pelo crime de peculato culposo.

Compartilhe nas suas redes sociais


Redação Misturebas

Seja o repórter e nos envie fotos e dados!
WhatsApp Chat: http://abre.ai/grupomisturebas
Instagram: instagram.com/portalmisturebas
Telegram: https://t.me/misturebas

Portal Misturebas – A informação ao seu alcance | 13 anos ®️


Sugestão de pauta


Mais notícias
Atendimento