Participe do grupo Misturebas no WhatsApp

Entenda como funciona a Central de Emergências 193 do Corpo de Bombeiros

Entenda como funciona a Central de Emergências 193 do Corpo de Bombeiros

O Corpo de Bombeiros Militar comemora dez meses de integração das Centrais de Emergência do Sétimo e Décimo Terceiro Batalhões do Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina.

Entendendo como funciona a Central de Emergências 193

Quando ligamos para o telefone 193 essa ligação é atendida em uma Central de Emergências regionalizada dos Batalhões. O Operador da Central irá verificar o tipo de emergência acionando o recurso necessário para cada caso. Por exemplo: em caso de incêndios os Caminhões de Combate a Incêndios; em caso de acidente de trânsito poderá enviar o Auto Socorro de Urgência (Ambulância); em caso da vítima estar presa às ferragens será acionada uma Viatura de Resgate; ainda pode ser acionado o Helicóptero Arcanjo do CBMSC/SAMU, o qual dispõe de equipe médica em uma situação de risco iminente à vida ou caso necessitar o rápido deslocamento ou o local de difícil acesso por terra por exemplo.

Continua depois da publicidade

Misturebas - A informação ao seu alcance!

Por essa razão a importância de quem ligar para o 193 repassar detalhes da emergência e estado da vítima para acionar o recurso adequado. Dependendo da situação, por exemplo, a presença de um médico no local da emergência pode fazer a diferença entre a vida e a morte. Desse modo, a qualidade do atendimento é influenciada diretamente por esse atendimento pelo telefone 193.

Ainda o Operador da Central 193 tem vários recursos à sua disposição, isso significa que pode acionar uma viatura local, Helicóptero Arcanjo, ou outras instituições de forma fácil e rápida. Por exemplo, em Itajaí, são atendidas em torno de vinte emergências por dia, apenas no município. Assim mesmo tendo disponível três Quartéis do CBMSC, pode haver a indisponibilidade de alguma viatura por conta de já estar atendendo uma emergência.

Neste caso a integração da Central de Emergência torna mais eficiente seu atendimento, pois o Operador da Central terá à sua disposição vários recursos, podendo neste caso acionar uma Viatura mais próxima, outras instituições como o SAMU ou até o Helicóptero Arcanjo como mencionado, assim proporcionando um atendimento de qualidade para aquela vítima que precisa de socorro.

Segundo a Major BM Priscila Casagrande, Subcomandante e responsável pela Central de Emergências do Sétimo Batalhão do CBMSC, a integração proporcionou uma grande melhora no atendimento de emergências da região. Ela cita por exemplo que antigamente, devido à distância entre as equipes, havia uma grande dificuldade quando necessário o auxílio do SAMU.

Atualmente as instituições estão ocupando o mesmo espaço físico, desta forma, além de melhorar a relação entre as equipes, favorece esse rápido acionamento. Ainda segundo ela, a integração favorece a especialização, expertise e experiência dos profissionais da Central de Emergências, assim melhorando o atendimento prestado pelo telefone 193.

LEIA TAMBÉM: Coronavirus em SC: Portaria da Saúde suspende cirurgias de média e alta complexidade em hospitais privados

A Major Priscila cita ainda as emergências com caso de COVID-19, sendo que nessas situações é imprescindível o atendimento por um médico regulador do SAMU. Neste caso, mesmo que a ligação seja feita ao CBMSC, hoje devido à integração, o Operador da Central de Emergências irá facilmente repassar a ligação ao SAMU, tornando mais rápido o atendimento de quem precisa.

Segundo o Ten Coronel BM Fabiano Bastos das Neves, Comandante do Sétimo Batalhão do CBMSC, além da integração da Central de Emergência, o Batalhão tem se preocupado muito na qualidade do atendimento prestado pela Central de Emergência 193. Neste sentido foram adotadas políticas de melhoria contínua: ferramentas de gestão são analisadas diariamente com dados estatísticos sobre os atendimentos da Central de Emergência, os Operadores utilizam os Guias de Atendimento a Emergências, padronizando o atendimento; foram adotados protocolos de fiscalização das ligações telefônicas com o objetivo de identificar problemas, oferecendo um feedback e orientações aos Operadores.

O Ten. Coronel Fabiano destaca que a proximidade do Comando com a equipe vem favorecendo a qualidade das ligações e um melhor atendimento à sociedade.

Compartilhe nas suas redes sociais


Redação Misturebas

Seja o repórter e nos envie fotos e dados!
WhatsApp Chat: http://abre.ai/grupomisturebas
Instagram: instagram.com/portalmisturebas
Telegram: https://t.me/misturebas

Portal Misturebas – A informação ao seu alcance | 13 anos ®️


Sugestão de pauta


Mais notícias
Atendimento