Participe do grupo Misturebas no WhatsApp

Encontro de primeiras-damas e prefeitas catarinenses amplia rede de voluntariado no Estado

Encontro de primeiras-damas e prefeitas catarinenses amplia rede de voluntariado no Estado
Foto: Mauricio Vieira / Secom

O objetivo da iniciativa é apresentar a Rede Laço, de voluntariado do Estado.

A primeira-dama do Governo do Estado, Késia Martins da Silva, recebeu na Casa d’Agronômica nesta sexta-feira, 5, primeiras-damas e prefeitas de municípios catarinenses. O encontro inaugurou a série de reuniões que termina no dia 16 de fevereiro. O objetivo da iniciativa é apresentar a Rede Laço, de voluntariado do Estado, propor parcerias, mostrar oportunidades para captação de recursos e capacitá-las para elaboração de projetos.

Para Késia Martins, o protagonismo da mulher no contexto social, familiar e político merece a atenção e o incentivo do Estado. “Sabemos da importância da mulher nas estruturas sociais. Onde quer que uma mulher decida estar ela faz toda diferença. Acho importante ter essa aproximação com os municípios. Nós mulheres, desempenhamos diversos papéis ao mesmo tempo, e agora, como primeiras-damas, além de ser o pilar de força para as nossas famílias, precisamos nos unir para dar suporte e assumir esse grande compromisso de ajudar, promover e transformar a sociedade”, ressalta.

Continua depois da publicidade

Misturebas - A informação ao seu alcance!

Além de primeira-dama de São Bonifácio, Nelcina Steffen Peters é voluntária na prefeitura. No início da terceira gestão como primeira-dama, ela se diz encantada com o movimento promovido pela Rede Laço. “Eu já trabalhei por oito anos como voluntária e retorno agora para, se Deus quiser, mais quatro anos. Essa aproximação que a gente teve hoje com essa rede de voluntários me deixou encantada. Eu acredito nisso, que quando laços se formam, vidas se transformam”, enfatiza.

De acordo com Rithan Ahmad, primeira-dama de Laguna, a capacitação e a aproximação entre as mulheres que estão à frente dos municípios catarinenses faz a diferença na gestão. “Eu estou muito feliz em estar contribuindo com nosso município através da Rede Laço e eu tenho certeza de que vamos conseguir realizar um belíssimo trabalho com o voluntariado na nossa cidade, e eu acredito que com essa união com certeza a gente fará uma grande diferença”, declara.

Foto: Mauricio Vieira / Secom

Giseli Wensing, primeira-dama de Armazém, afirma que a troca de ideias entre o grupo ajuda a levar uma bagagem de conhecimento valiosa para o município. “Todo mundo só tem a ganhar. Fiquei muito orgulhosa e feliz pelo convite, é muito importante, muitas pessoas sentem vontade de ajudar e às vezes não sabem como, então a Rede Laço pode conectar essas iniciativas”, ressalta.

A primeira-dama de Governador Celso Ramos, Angela Silva, fala que a reunião é essencial para que o projeto do Governo do Estado se estenda para os municípios. “É muito importante aprender um pouco mais sobre o voluntariado, e irei cadastrar as nossas entidades no site da Rede Laço pra plantar essa sementinha. Esse encontro e o convite da primeira-dama foram muito especiais”, agradece.

LEIA TAMBÉM: Venda de gás natural em Santa Catarina tem crescimento em janeiro

As 270 primeiras-damas e prefeitas convidadas para a iniciativa foram divididas em grupos para as atividades. Neste primeiro encontro, Késia Martins recebeu 25 autoridades da Grande Florianópolis e do Sul do Estado.

Compartilhe nas suas redes sociais


Siga nossas redes sociais
Instagram: Clique aqui ✅ Telegram: Clique aqui
✅ Facebook: Clique aqui  ✅ Youtube: Clique aqui


Sugestão de pauta


Mais notícias
Atendimento