Participe do grupo Misturebas no WhatsApp

Homem acusado de matar companheira e colocá-la na geladeira será julgado, em Joinville

Homem acusado de matar companheira e colocá-la na geladeira será julgado, em Joinville
Foto: Ilustrativa

Ele teria assassinato a companheira asfixiada após a vítima ter desferido um tapa em seu rosto

Um homem acusado de assassinar a companheira e ocultar o corpo no interior de uma geladeira está sentado no banco dos réus a partir das 13 horas desta quarta-feira, 16 de dezembro, na última sessão do Tribunal do Júri deste ano na comarca de Joinville.

O juiz Gustavo Henrique Aracheski está na presidência dos trabalhos, com a atuação do promotor Marcelo Sebastião Netto de Campos pelo Ministério Público.

Continua depois da publicidade

Misturebas - A informação ao seu alcance!

De acordo com a denúncia do MP, entre os dias 9 e 11 de março de 2019, na rua dos Aimorés no bairro Petrópolis, o réu teria estrangulado a mulher com um golpe popularmente chamado “mata leão”, o que provocou sua morte por asfixia. O motivo do crime foi fútil, pois praticado em razão da vítima ter desferido um tapa no rosto do denunciado durante uma discussão banal.

LEIA TAMBÉM: Governador Carlos Moisés lança Plano Estadual de Vacinação contra Covid-19

Sempre conforme o MP, o réu, com o auxílio de terceiros, ocultou o cadáver no interior de uma geladeira.

Posteriormente, atirou o refrigerador em um córrego existente naquele bairro. O corpo da vítima foi encontrado dias depois, no mesmo córrego, ainda dentro da geladeira. O réu estava recolhido no Presídio de João Monlevade, em Minas Gerais, onde foi preso. Desde o final de setembro deste ano, contudo, aguarda julgamento no Presídio Regional de Joinville (Autos n. 0006063-20.2019.8.24.0038).

 

Fonte: TJSC
Compartilhe nas suas redes sociais


Redação Misturebas

Seja o repórter e nos envie fotos e dados!
WhatsApp Chat: http://abre.ai/grupomisturebas
Instagram: instagram.com/portalmisturebas
Telegram: https://t.me/misturebas

Portal Misturebas – A informação ao seu alcance | 13 anos ®️


Sugestão de pauta


Mais notícias
Atendimento