Participe do grupo Misturebas no WhatsApp

Mesmo imobilizado, motorista é agredido por cinco guardas após estacionar em local proibido, em Tubarão

Mesmo imobilizado, motorista é agredido por cinco guardas após estacionar em local proibido, em Tubarão
Foto: Reprodução Câmeras de Monitoramento

Mesmo no chão e imobilizado, ele leva chute e é agredido muitas vezes com cassetete

Um motorista foi agredido por guardas municipais no estacionamento de casa após estacionar em local proibido na rua em Tubarão, no Sul de Santa Catarina. Mesmo no chão e imobilizado, ele leva chute e é agredido muitas vezes com cassetete. Imagens de câmera de monitoramento mostram cinco guardas na ocorrência.

O caso foi na segunda-feira (15), mas o vídeo com as imagens chegou até a prefeitura na quinta-feira (18). Os guardas devem cumprir serviços administrativos até que a procuradoria municipal conclua uma sindicância sobre o caso.

Continua depois da publicidade

Misturebas - A informação ao seu alcance!

As imagens de monitoramento mostram um carro descendo a rampa do estacionamento de um prédio e logo atrás vem um guarda municipal. Depois que o veículo para, o agente aponta a arma para o motorista. Um segundo guarda entra na garagem. A ré do carro é engatada, mas ele nem sai do lugar.

O motorista é retirado à força do volante. Ele parece discutir, tenta se desvencilhar, mas é imobilizado com a ajuda de outros três agentes que entram na garagem. Mesmo depois que o homem foi rendido, um dos guardas bate várias vezes com o cassetete na perna dele. Outro guarda chega ao local e fica apontando para a cabeça dele. Depois, dá chutes.

Continua depois da publicidade

Misturebas - Anúncio

Com as agressões, ele ficou machucado na cabeça e nas pernas e realizou exame de corpo delito na sexta-feira (19). Na segunda (22) ele deve procurar a Polícia Civil.

As agressões ocorreram por volta das 12h. A vítima não teve a idade e identidade divulgadas. Segundo o advogado do homem agredido, os guardas perseguiram ele até em casa uma hora depois do flagrante na rua. A garagem onde ocorreu as agressões é do prédio onde o homem mora.

Segundo a procuradoria do município, o homem teria estacionado o veículo em local indevido. Quando recebeu ordem para retirar, teria saído em alta velocidade, quase atropelando os guardas. O advogado do homem confirmou que houve desacato por parte dele contra os guardas.

A prefeitura de Tubarão ficou sabendo da ocorrência após o vídeo com as agressões circular em redes sociais e na quinta-feira (19), uma sindicância interna foi instaurada para investigar o caso, segundo o procurador do município, Marivaldo Pires. Até que as investigações sejam concluídas, o guardas devem ficar em funções administrativas.

“Foi determinado instalação de processo de sindicância para apurar os fatos e aí, demonstrado que os mesmos agiram de forma inadequada e ilegal, que sejam punidos. E de imediato, foi determinado que sejam afastados de suas funções. O município não concorda e jamais admitirá que servidores venham cometer ilegalidades”, afirmou o procurador.

Em Itajaí, no Vale, a Polícia Civil tem 30 dias para concluir o inquérito sobre outra agressão cometida por guardas municipais. Uma câmera de monitoramento filmou guardas agredindo um motociclista durante uma abordagem na madrugada de domingo. Mesmo já imobilizado, o pintor de 26 anos é agredido com chutes e pontapés.

As imagens mostram 10 agentes na ocorrência. Depois da divulgação dessas imagens, um dos guardas foi encontrado morto, sozinho, dentro da própria casa em Joinville, no Norte do estado. Dois agentes foram afastados das funções enquanto o comando da guarda conduz o inquérito administrativo.

Compartilhe nas suas redes sociais


Redação Misturebas

Seja o repórter e nos envie fotos e dados!
WhatsApp Chat: http://abre.ai/grupomisturebas
Instagram: instagram.com/portalmisturebas
Telegram: https://t.me/misturebas

Portal Misturebas – A informação ao seu alcance | 13 anos ®️


Sugestão de pauta


Mais notícias
Atendimento