Mulher perde R$1.200 em golpe do whatsapp clonado, em Jaraguá do Sul

Mulher perde R$1.200 em golpe do whatsapp clonado, em Jaraguá do Sul
Foto: Ilustrativa

Uma das maneiras de evitar que tenham acesso ao seu telefone é ativar a verificação em duas etapas

Estelionatários continuam fazendo vítimas com o golpe do Whatsapp clonado em Jaraguá do Sul. No dia 28 de abril, uma administradora de 52 anos enviou R$ 1.200 via transferência eletrônica para uma amiga empresária. Mas ela não sabia que era um falso pedido feito por um estelionatário.

Por volta das 16h30, a vítima enviou uma mensagem para a amiga sobre um passeio no feriado. Cerca de 15 minutos depois, recebeu uma resposta falando sobre a expectativa da viagem. Nesse momento, ela pediu que administradora fizesse o depósito.

Continua depois da publicidade

Misturebas - A informação ao seu alcance!

“Ela prosseguiu dizendo que precisava de um favor, que eu fizesse um depósito para uma pessoa porque era urgente e ela estava com problema no token do banco que utilizava na empresa. Ela é dona de uma transportadora e, por diversas vezes, eu já tinha socorrido ela em situações assim”, afirma.

A vítima transferiu os R$ 1.200 através de uma TED (Transferência Eletrônica Disponível) e 15 minutos depois recebeu uma mensagem de um celular desconhecido. O texto dizia que o Whatsapp da amiga havia sido clonado, que o estelionatário estava pedindo dinheiro e que não era para depositar.

Continua depois da publicidade

Misturebas - A informação ao seu alcance!

“Liguei paro meu banco, que contatou o banco recebedor da TED na tentativa de impedir o depósito na conta do favorecido. Porém, a operação já havia sido finalizada. Fiz um BO eletrônico para ser anexado ao processo judicial que minha amiga moverá. Várias pessoas do contato dela também depositaram”, lamenta.

Como funciona o golpe?

Os estelionatários se aproveitam da ingenuidade de usuários desavisados para clonar o Whatsapp. Em muitos casos, eles recolhem informações das pessoas em sites de anúncios online como OLX e Mercado Livre. Depois, os golpistas entram em contato através do aplicativo de mensagens.

Na mensagem ou na ligação, eles pedem que a vítima forneça um número que vai chegar através de um SMS e que seria um código de verificação. Na verdade, a vítima acaba fornecendo o autenticador para o golpista ativar a conta do Whatsapp em outro aparelho telefônico.

Através do sistema, o criminoso migra todos os contatos do perfil da vítima para o celular dele. Eles enviam mensagens para o maior número de amigos e familiares pedindo transferências em dinheiro. Quando obtém uma resposta, se passam pelo titular da conta no Whatsapp.

Continua depois da publicidade

Misturebas - Anúncio

Uma das maneiras de evitar que os estelionatários tenham acesso ao seu telefone é ativar a verificação em duas etapas. Para ativar o recurso, é necessário ir na opção “conta”, depois em “confirmação em duas etapas” e, em seguida, clicar em “ativar”.

Aumento de golpes na pandemia

O delegado regional Fabiano dos Santos Silveira alerta que o houve um aumento de registros de golpes durante o período da pandemia. Ele afirma que as pessoas precisam ficar atentas às mensagens em aplicativos, e-mails e contatos telefônicos duvidosos.

“As pessoas sempre devem checar as informações dos e-mails nos canais oficiais dos órgãos de governo e empresas privadas. Também devem sempre desconfiar de abordagens suspeitas por meio telefônico, eletrônico ou pessoal, como nas saídas de bancos e lotéricas”, comenta Silveira.

Continua depois da publicidade

Misturebas - Anúncio

Idosos devem redobrar a atenção, pois são vítimas muito visadas pelos golpistas. De acordo com o delegado regional, as denúncias podem ser feitas através do número 181 (Disque Denúncia) ou através do número (47) 9 8844-0011 (Whatsapp e Telegram).

 

Fonte: OCP News
Compartilhe nas suas redes sociais


Redação Misturebas

Seja o repórter e nos envie fotos e dados!
http://bit.ly/FalecomPORTALMISTUREBAS

Siga nosso instagram
✅ Instagram: instagram.com/portalmisturebas

Participe do nosso grupo no WhatsApp
✅ WhatsApp: http://abre.ai/grupomisturebas
Portal Misturebas – A informação ao seu alcance | 12 anos®


Sugestão de pauta

Deixe um comentário.


Receba as novidades no seu email


Mais notícias
Atendimento
error: Conteúdo bloqueado