Participe do grupo Misturebas no WhatsApp

Retomada da obra de prolongamento da Via Expressa, em Blumenau, tem mais um passo nesta quarta

Retomada da obra de prolongamento da Via Expressa, em Blumenau, tem mais um passo nesta quarta

Mais um passo para a retomada da obra do prolongamento da Via Expressa, em Blumenau será dado hoje. Está agendada para as 14h a abertura dos envelopes com as propostas técnicas das empresas que foram habilitadas na licitação para contratar o serviço de fiscalização e supervisão dos trabalhos. Uma vez abertos os envelopes passa a correr o tempo para recurso e só depois disso é que serão abertos os envelopes com as propostas de preço.

Depois da abertura dos envelopes com as documentação das concorrentes, em outubro do ano passado, um consórcio entrou com recurso que agora foi julgado improcedente pela Comissão de Licitações da Secretaria de Estado da Infraestrutura. Dois consórcios e uma empresa participam da licitação: Consórcio Blumenau Norte, Consórcio Supervisor e Sotepa.

Continua depois da publicidade

Misturebas - A informação ao seu alcance!

Como a habilitação ocorreu em outubro e só agora o recurso foi julgado fazendo com que o processo evoluísse de alguma forma, fica impossível prever quando saberemos o nome da vencedora e, consequentemente, quando a obra será de fato retomada. Infelizmente, o governo estadual só vai se manifestar sobre a licitação depois da homologação da vencedora.

A obra

O prolongamento da Via Expressa, em Blumenau, vai dar origem a um novo trecho da rodovia SC-108. São cerca de 15 quilômetros em pista dupla entre a BR-470 e o pé da Serra da Vila Itoupava.

Continua depois da publicidade

Misturebas - A informação ao seu alcance!

A obra começou em 2016 pelo primeiro trecho de 1,8 quilômetro entre a rodovia federal e a Rua Guilherme Scharf. Só uma parte desse primeiro trecho havia sido pavimentado quando os trabalhos pararam em setembro de 2017. A empresa pediu revisão do contrato por ter encontrado mais rocha para detonar do que estava previsto no contrato. Agora o que impede a continuidade dos trabalhos é a falta de uma empresa para fiscalizar a construção da nova estrada.

Quando os mais de 15 quilômetros estiverem concluídos, a Rua Pedro Zimmermann deixará de ser SC-108, levando para a nova pista o tráfego mais pesado de acesso à cidade.

 

Fonte: nsc/Por Pancho | Foto: Patrick Rodrigues
Compartilhe nas suas redes sociais


Redação Misturebas

Seja o repórter e nos envie fotos e dados!
WhatsApp Chat: http://abre.ai/grupomisturebas
Instagram: instagram.com/portalmisturebas
Telegram: https://t.me/misturebas

Portal Misturebas – A informação ao seu alcance | 13 anos ®️


Sugestão de pauta


Mais notícias
Atendimento