Participe do grupo Misturebas no WhatsApp

Polícia Militar Ambiental lacra saída de esgoto na estação de tratamento de Itapema

Polícia Militar Ambiental lacra saída de esgoto na estação de tratamento de Itapema

A Polícia Militar Ambiental lacrou na sexta-feira o encanamento encontrado junto à Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) da Conasa/Águas de Itapema, que supostamente levaria esgoto bruto para descarte no Rio da Fita, afluente do Rio Perequê.

O sistema seria um by-pass, para ser utilizado em caso de emergência e com autorização dos órgãos ambientais.

Continua depois da publicidade

Misturebas - A informação ao seu alcance!

A poluição do Rio Perequê é recorrente, e todo verão as águas mancham o mar, entre Itapema e Porto Belo.

Segundo a prefeitura de Itapema, o Instituto do Meio Ambiente (IMA) não possui o projeto de execução da obra da ETE, o que dificulta a fiscalização.

Continua depois da publicidade

Misturebas - A informação ao seu alcance!

Em nota, o município afirma que em 2013 uma fiscalização da Fatma e da Polícia Federal apontaram irregularidades na construção e no funcionamento do by-pass, que não teriam sido sanadas pela empresa. A Conasa deverá apresentar documentos e laudos na próxima semana.

Nos últimos dias, a operação comandada pela prefeitura de Itapema para fiscalizar a suposta irregularidade chegou à Justiça.

O município requereu um mandado de segurança para dar continuidade às escavações ao redor da ETE. A empresa alegou que havia risco de danificar o sistema, causando sério prejuízo.

O que diz a Conasa

“Sobre a informação de que houve impedimento da fiscalização às instalações da Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) em Itapema, a CONASA Águas de Itapema reafirma que se trata de uma inverdade e esclarece:

1. Na tarde de quinta-feira (10/01), durante três horas, técnicos da ARESC (Agência Reguladora de Serviços Públicos de Santa Catarina), IMA (Instituto do Meio Ambiente de Santa Catarina) e FAACI (Fundação Ambiental Área Costeira Itapema) realizaram visita técnica às instalações da ETE para averiguações e coleta de amostras. A Prefeita Municipal foi convidada a acompanhar a visita, mas se recusou.

2. Os órgãos ambientais presentes não autorizaram a gravação de vídeos ou imagens durante a inspeção técnica. A CONASA Águas de Itapema impediu a continuidade das escavações por máquinas comandadas pela Prefeitura Municipal sob risco de danos às estruturas e funcionamento da ETE, e da geração de dano ambiental relevante.

3. Com a expedição da Medida Cautelar Antecipatória pelo juiz de plantão Marcelo Trevisan Tambosi, no início da noite de ontem, a CONASA atendeu prontamente à solicitação de autorização para que fiscais e servidores do Município realizassem as ações pretendidas no local. Contudo, a Companhia reafirma o risco que as escavações poderão trazer ao funcionamento regular da ETE e ao meio ambiente.

A CONASA Águas de Itapema aguarda a apresentação do relatório dos órgãos ambientais para manifestação em caso de apontamento de irregularidades”.

Fonte: NSC | Foto: Divulgação prefeitura de Itapema
Compartilhe nas suas redes sociais


Redação Misturebas

Seja o repórter e nos envie fotos e dados!
WhatsApp Chat: http://abre.ai/grupomisturebas
Instagram: instagram.com/portalmisturebas
Telegram: https://t.me/misturebas

Portal Misturebas – A informação ao seu alcance | 13 anos ®️

publicidade

AGWP

Sugestão de pauta


Mais notícias
Atendimento