Participe do grupo Misturebas no WhatsApp

Como estudar para o concurso da Polícia Federal?

Como estudar para o concurso da Polícia Federal?
Foto: Divulgação

Rotina, foco e comprometimento são algumas palavras-chave para alcançar um bom resultado no concurso.

Os concursos públicos são uma excelente oportunidade para conquistar cargos com altos salários e estabilidade. Contudo, as provas são muito disputadas, sendo necessário grande empenho para se destacar e alcançar um bom resultado.

O concurso da Polícia Federal (PF) é muito aguardado pelos candidatos. Por isso, é importante criar uma rotina de estudos e se preparar para as provas antes do lançamento do edital. Confira abaixo as principais dicas sobre o assunto!

Continua depois da publicidade

Como funciona o concurso da Polícia Federal?

Para alcançar um bom resultado, é necessário entender como as provas funcionam. O concurso da PF tem diversas fases e o candidato precisa estar preparado para encarar todas elas. Confira as etapas:

  • Provas objetivas;
  • Provas discursivas;
  • Teste de Aptidão Física (TAF);
  • Prova oral (somente para os candidatos inscritos no cargo de Delegado que se classificaram no TAF);
  • Prova de digitação (somente para os inscritos nos cargos de Escrivão que foram classificados no TAF);
  • Avaliação médica;
  • Avaliação psicológica;
  • Avaliação de títulos (apenas para os cargos de Delegado e de Perito Criminal).

Não adianta dedicar horas de estudos para as provas objetivas e discursivas, mas falhar no Teste de Aptidão Física. Por isso, é importante conhecer todas as etapas do concurso. Desse modo, quando abrirem novas vagas, você estará preparado.

Rotina de estudos antes do edital

A rotina de um concurseiro muda completamente quando o edital é divulgado. No entanto, os estudos não podem começar apenas nesse momento. Uma maneira de começar as preparações é responder às questões das provas antigas.

Estar familiarizado com as provas é uma grande vantagem. Então, você pode pesquisar pelas provas e gabaritos dos últimos concursos no site da Polícia Federal para conhecer as tendências dos enunciados anteriores e se acostumar com o estilo de prova.

Conteúdos que não devem ficar de fora do plano de estudos

O conteúdo da prova varia de acordo com o cargo: as habilidades de um escrivão e de um delegado são diferentes, por exemplo. Por isso, é importante ler o edital e entender tudo que poderá ser cobrado nos testes. Confira os principais assuntos que devem ser estudados.

  • Língua Portuguesa;
  • Direito Administrativo;
  • Direito Constitucional;
  • Direito Penal e Direito Processual Penal;
  • Legislação Especial;
  • Estatística;
  • Raciocínio Lógico;
  • Contabilidade Geral;
  • Arquivologia.

       >> LEIA TAMBÉM: Rayssa Leal, a Fadinha, fatura prata no skate street em Tóquio 2020

Lembre-se de verificar o edital da vaga para a qual você quer se candidatar. Quem disputa o cargo de Delegado, por exemplo, precisa estudar criminologia, Direito Previdenciário e Direito Financeiro. Com essas informações em mãos, é possível montar um plano de estudos.

Cursos preparatórios são uma boa opção

Organizar uma rotina de estudos, revisar os conteúdos e garantir que nada foi deixado para trás pode ser um processo exaustivo. Além disso, é necessário muita organização e comprometimento para seguir à risca o plano criado.

Atualmente, existem diversas opções de cursos preparatórios on-line, inclusive para os concursos da Polícia Federal. Portanto, pode ser uma boa ideia pesquisar algumas instituições e entender o método de ensino usado por elas.

Em geral, costuma-se oferecer material completo e roteiro para estudos, além de simulados desenvolvidos com base nas últimas provas. Em algumas instituições, é possível utilizar um fórum de dúvidas e participar de monitorias com profissionais que foram aprovados no concurso.

O Teste de Aptidão Física (TAF) merece atenção

O Teste de Aptidão Física é eliminatório. Isso significa que não adianta conseguir bons resultados nas provas objetivas e dissertativas, mas falhar nas provas físicas. Portanto, reserve um período para se preparar para o TAF.

Ele é composto por quatro etapas: barra fixa, impulsão, natação e corrida. Então, vale apostar em uma rotina de treinos para chegar preparado na prova. Além disso, fazer exercícios físicos é uma ótima maneira de relaxar após os estudos teóricos.

Compartilhe nas suas redes sociais


Siga as redes sociais do Portal Misturebas
Instagram: Clique aqui ✅ Telegram: Clique aqui
✅ Facebook: Clique aqui  ✅ Youtube: Clique aqui


Sugestão de pauta

Mais notícias
Atendimento