Participe do grupo Misturebas no WhatsApp

Prefeito André Moser apresenta novos projetos e campanha para o Hospital Beatriz Ramos

Prefeito André Moser apresenta novos projetos e campanha para o Hospital Beatriz Ramos
Foto: Prefeitura de Indaial

Dentre os novos projetos, o prefeito de Indaial destacou o projeto executivo final para habilitação de dez leitos de UTI.

Em entrevista coletiva à imprensa na manhã desta segunda-feira (31), no Salão Nobre da Prefeitura de Indaial, o prefeito André Moser e a administradora do Hospital Beatriz Ramos (HBR), Adriane Ferrari, apresentaram novos projetos e campanha para o HBR.

Segundo as informações dadas na coletiva, o hospital vai profissionalizar a tradicional campanha da forcinha por meio de parceria com a Slaviero & Costa, especializada em call center ativo e que já atende mais de dez hospitais filantrópicos no estado. A empresa será responsável pela captação das doações. 

Continua depois da publicidade

Uma equipe de teleatendentes vai entrar em contato por telefone: cada munícipe poderá doar a partir de R$20 mensal. A autorização será via gravação de voz. O cidadão irá informar o CPF e o número da Unidade Consumidora (UC) constante na fatura de energia elétrica. A cobrança da doação será incluída via Celesc. 

Vale ressaltar que a ação está alinhada com a Lei Geral de Proteção dos Dados (LGPD), dando sigilo aos dados de todos os munícipes. Todas as ligações são gravadas e arquivadas pela empresa. O cidadão poderá, a qualquer momento, cancelar a doação pelo número 0800 610 5665. 

Continua depois da publicidade

Misturebas - Anúncio

“Há pouco mais de dois anos, quando fizemos a intervenção do HBR, estabelecemos um cronograma de trabalho para recuperar o Hospital, visando melhorias na estrutura precária e novas fontes de recursos. O caminho é árduo, mas aqui o trabalho não para e sei que podemos mais. Estamos fazendo um trabalho sério para torná-lo referência. A comunidade pode acreditar no HRB”, destacou André Moser. 

Para Moser, muitos desafios já surgiram pelo caminho, mas também muitas conquistas, entre elas a revitalização dos leitos SUS e a inauguração do Centro Cirúrgico. “A reforma da Clínica Médica, por exemplo, foi fundamental para podermos atender com qualidade os pacientes da Covid. Sem a reestruturação desse setor não teríamos condições de prestar o atendimento necessário que o tratamento da doença exige”, pontuou a administradora do HBR, Adriane Ferrari. 

O prefeito de Indaial também relatou os novos projetos para o HBR, entre eles o sonho da UTI definitiva. O projeto executivo final para habilitação de dez leitos de UTI já foi entregue à Secretaria de Estado da Saúde. O município agora aguarda a aprovação da Vigilância Sanitária. 

“Quando conseguirmos a sinalização positiva vamos trabalhar junto ao Estado para viabilizar a sua total implantação, visto que é necessário ainda um aporte de aproximadamente R$6 milhões. É importante também ressaltar que para firmar convênio estadual precisamos estar em dia com os encargos trabalhistas. Depois da intervenção estamos pagando corretamente, mas existe uma herança deixada antes desse período”, disse Moser.

O prefeito aproveitou a entrevista para assumir o compromisso de regularizar a situação do FGTS. “Até 5 de outubro vamos quitar o FGTS atrasado antes da intervenção de aproximadamente 250 colaboradores do hospital, um montante de aproximadamente R$1,2 milhão. Meu compromisso também é com aqueles que estão na linha de frente da saúde”, assinalou. 

 

Além desse débito, a administradora do HBR citou outras dívidas herdadas. “Em 2014 o Hospital recebeu um recurso de R$200 mil do Estado para determinada finalidade, mas o valor foi utilizado para outras despesas do HBR. Por lei não pode haver destinação diversa. Devolvemos esse valor agora em maio, na ordem de R$516.432,94, corrigido com juros e correção monetária”, relatou. 

Apesar das dificuldades, Adriane destacou que a regularização de débitos como esses permitirá ao hospital ter as certidões negativas, quesito importante para o recebimento de emendas parlamentares. “Estamos para receber cerca de R$1 milhão em emendas, recurso esse que poderemos utilizar para compra de novos equipamentos, reforma de espaços, pintura”, adiantou a administradora. 

Adriane também falou na entrevista que o hospital vem colocando em dia os alvarás e licenças, outro problema histórico. “Não dá para fazer tudo do dia para a noite, ainda mais no período de pandemia que vivemos, mas vamos colocar a casa em ordem”, concluiu.

Compartilhe nas suas redes sociais


Siga as redes sociais do Portal Misturebas
Instagram: Clique aqui ✅ Telegram: Clique aqui
✅ Facebook: Clique aqui  ✅ Youtube: Clique aqui


Sugestão de pauta

Mais notícias
Atendimento