Participe do grupo Misturebas no WhatsApp

Segundo a polícia, suspeito de assassinar idoso durante oração cometeu o crime “para voltar a prisão”

Segundo a polícia, suspeito de assassinar idoso durante oração cometeu o crime “para voltar a prisão”
Fotos: Bombeiros Militar

Vítima foi encontrada morta na quinta-feira (27), nos escombros de uma casa incendiada

O suspeito de matar a marteladas um idoso de 63 anos por causa de uma oração, em Três Barras, no Norte catarinense, afirmou em depoimento que cometeu o crime para poder voltar à prisão.

 

Continua depois da publicidade

Misturebas - Anúncio

Pedro Milcheski, vítima do homicídio, foi encontrada na quinta-feira (27), nos escombros de uma casa incendiada.

 

Segundo o delegado Darci Nadal, responsável pelo caso, o autor do crime confessou ter cometido o crime com o intuito de voltar ao presídio. De acordo com a Polícia Militar (PM), o suspeito e idoso começaram a discutir por causa da oração. A vítima estaria rezando quando foi atingida pelas marteladas.

 

O delegado conta que o homem já esteve preso antes. Ele ficou 19 anos encarcerado pelos crimes de homicídio e estupro. Ao sair da prisão, em janeiro deste ano, estava sem dinheiro ou lugar para morar. O idoso o chamou para morar na casa como inquilino, que foi incendiada por ele.

Compartilhe nas suas redes sociais


Siga as redes sociais do Portal Misturebas
Instagram: Clique aqui ✅ Telegram: Clique aqui
✅ Facebook: Clique aqui  ✅ Youtube: Clique aqui


Sugestão de pauta

Mais notícias
Atendimento