Participe do grupo Misturebas no WhatsApp

Vendedor de Algodão-Doce não desiste das vendas após agressão em Pomerode

Vendedor de Algodão-Doce não desiste das vendas após agressão em Pomerode
Imagem:Foto: Ismael Ewald Limberger /Testo Notícias

Exemplo de superação, Sr. Arizoli anda quilômetros para trabalhar.

Não é que o mundo esteja pior, você que não fica sabendo das coisas boas que acontecem. Prova disso é que moradores da cidade de Pomerode estão se organizando em torno de uma vaquinha, que tem por objetivo arrecadar dinheiro para doar para o Sr. Arizoli Samuel do Prado, o vendedor de algodão-doce.

Quem vê o seu Arizoli nem imagina as dificuldades que ele passa no dia a dia, andando quilometros para trabalhar. Vendedor de algodão-doce, esse idoso de 64 anos viu sua vida mudar quando foi assaltado.

Continua depois da publicidade

Misturebas - A informação ao seu alcance!

O Sr. Arizoli, foi agredido e roubado no domingo, dia 21 de fevereiro, momento que estava indo trabalhar (vender algodão-doce em Pomerode), quando foi abordado por dois bandidos, que levaram todo dinheiro já arrecadado e ainda o agrediram, ferindo seu braço.

Com 64 anos de idade, o Sr. Arizoli já vende algodão doce em Pomerode há mais de 30 anos. Nunca algo parecido havia acontecido com ele na região, relatou, e mesmo após a experiência traumática, Arizoli não pretende deixar a atividade de lado.

Após o ocorrido, muitas pessoas sentiram-se indignadas com a violência da situação e se dispuseram a contribuir com ele, nas redes sociais vimos algumas pessoas pedindo ajuda e postando algumas notas em relação ao que houve com o Sr. Arizoli, e nós do Portal Misturebas ficamos muito comovidos com esta história e não podemos ficar de fora e, através do nosso site, esperemos conseguir ajudar esse homem batalhador.

Entenda o Caso: Vendedor de algodão doce é assaltado em Pomerode

Vakinha on Line – Os organizadores informaram que a escolha por esse site se deve ao fato dele não exigir nenhum valor mínimo de contribuição, ou seja, cada um ajuda com o valor que puder. Ainda segundo eles, a aprovação da doação por meio do cartão de crédito pode demorar alguns instantes por conta da checagem de segurança.

O valor arrecadado será entregue a ele, pois, neste momento, a situação é bem difícil, já que precisa revender o algodão-doce com o braço machucado.

Para acessar o link da vaquinha, clique aqui.

Nós do Portal Misturebas lhe desejamos sucesso. Agora ficaremos na torcida para ver o seu Arizoli ser recompensado pelos seus esforços e por ser mais uma vítima de assaltantes, e principalmente por ser esse exemplo de superação.

Compartilhe nas suas redes sociais


Redação Misturebas

Seja o repórter e nos envie fotos e dados!
WhatsApp Chat: http://abre.ai/grupomisturebas
Instagram: instagram.com/portalmisturebas
Telegram: https://t.me/misturebas

Portal Misturebas – A informação ao seu alcance | 13 anos ®️


Sugestão de pauta


Mais notícias
Atendimento