Participe do grupo Misturebas no WhatsApp

Dúvidas que podem surgir ao escolher um imóvel para alugar em Balneário Camboriú

Dúvidas que podem surgir ao escolher um imóvel para alugar em Balneário Camboriú
Foto: Pixabay

Neste post apresentamos algumas questões que você precisa resolver antes de assinar qualquer contrato

Então, você acha que encontrou a casa ou apartamento perfeito para alugar e já está medindo as cortinas em sua mente pensando em fazer uma proposta de aluguel em Balneário Camboriú? De fato, encontrar um novo lugar para morar pode ser emocionante e é fácil se deixar levar pelo momento, pois este processo é bastante emocional.

Mas, antes de assinar o contrato de aluguel e começar a embalar sua mudança, é importante ter certeza de que o imóvel que você está procurando realmente é o lugar certo para você e seus entes queridos morarem.

Continua depois da publicidade

Misturebas - A informação ao seu alcance!

Isso significa que há algumas perguntas que você precisa responder com cautela, para ter segurança e evitar problemas futuros. Ou seja, neste post apresentamos algumas questões que você precisa resolver antes de assinar qualquer contrato de aluguel residencial, solucionando algumas dúvidas bastante importantes. Confira!

  1. Quanto é o aluguel?

Pode parecer uma pergunta óbvia, mas é importante saber quanto você terá que pagar mensalmente. Você também deve saber quando o aluguel vence – será no primeiro dia do mês? – quanto tempo é o período de carência se você estiver atrasado e quando podem ocorrer aumentos de aluguel. Normalmente, seu aluguel não pode aumentar durante o prazo do arrendamento, mas se você tiver um contrato de curto prazo, o locador pode aumentar o aluguel periodicamente, se o seu aluguel permitir.

Continua depois da publicidade

Misturebas - A informação ao seu alcance!
  1. De quanto você precisa para se mudar?

A maioria dos proprietários exige que você pague mais do que apenas o aluguel do primeiro mês quando você se muda. Na verdade, você normalmente precisa pagar o aluguel do primeiro e do último mês, bem como um depósito de segurança. Dependendo do aluguel mensal que você está pagando, isso pode ser uma quantia significativa de dinheiro. E os proprietários podem pedir ainda mais, solicitando um depósito adicional se o seu crédito não for grande ou se o prédio estiver com demanda. Às vezes, os depósitos podem ser negociáveis, portanto, se os custos iniciais forem muito altos, pergunte ao seu locador se há flexibilidade.

  1. Você precisa de uma garantia ou fiador?

O proprietário quase com certeza fará uma verificação de crédito e exigirá um comprovante de renda de você. Em alguns casos, os proprietários decidirão que você não pode se qualificar por conta própria e pedirão que você consiga alguém que garanta o empréstimo para você. O fiador concorda em ser responsável se você não pagar as contas, o que é um grande risco financeiro para quem assina a sua garantia. Se você puder evitar ter uma garantia, tanto melhor, pois você não terá que colocar um membro da família ou amigo na difícil posição de colocar o crédito em jogo por você.

  1. Avalie valores de serviços adicionais de moradia!

Descobrir quais utilitários estão incluídos é absolutamente essencial para negociar seu aluguel. Pergunte sobre valores como IPTU, água, esgoto, gás, coleta de lixo, Internet e TV a cabo, por exemplo. Ter um banho à gás pode ser perfeitamente cômodo, mas você precisa ter atenção pois banhos diários muito demorados podem acabar custando uma conta de gás mais alta do que o previsto, então esteja em alerta!

LEIA TAMBÉM: Prefeito de Timbó e Secretário de Saúde alinham preparativos para a vacinação contra Covid-19

Continua depois da publicidade

Misturebas - A informação ao seu alcance!
  1. Existem outras taxas que você terá que pagar?

Saber seu custo total mensal é a chave para determinar se o apartamento para alugar em Balneário Camboriú desejada se encaixa no seu orçamento, portanto, não presuma que os serviços públicos são as únicas despesas que você terá de pagar. Muitos edifícios de apartamentos maiores cobram taxas de estacionamento, animais de estimação e comodidades como academia ou piscina, por exemplo. Essas taxas podem adicionar várias centenas de reais por mês à sua conta de condomínio e você não quer se surpreender quando se mudar e descobrir que não tem dinheiro para estacionar ou ter acesso a uma incrível academia ou piscina na cobertura. Tente negociar essas taxas e às vezes você pode economizar parte do custo! Esteja sempre atento ao modo como gasta seu dinheiro!

  1. Qual é o prazo do aluguel?

Embora muitos arrendamentos residenciais durem 12 meses, não presuma automaticamente que seu arrendamento vai durar um ano. Descubra especificamente qual é a duração do seu aluguel, porque você será obrigado a pagar o aluguel durante a duração – e protegido de mudanças, como o aumento do aluguel pelo proprietário. Embora um aluguel mensal possa lhe dar muito mais flexibilidade, você está vulnerável a um proprietário que o despeje ou aumente o aluguel logo após você se mudar. Um contrato de arrendamento mais longo oferece mais tranquilidade de que sua situação de moradia ficará estável. Se você planeja permanecer onde está, você pode até perguntar se o proprietário estaria aberto a um contrato de aluguel por vários anos.

  1. Existe uma cláusula de rescisão se você precisar cancelar o contrato?

Embora você deva planejar ficar durante o aluguel, às vezes a vida acontece. Se você precisar desocupar seu apartamento antes do previsto, pode ficar sem dinheiro para alugar até que o proprietário encontre um novo inquilino. Verifique, por exemplo, se o seu proprietário não tem obrigação de tentar encontrar um novo inquilino, para que você possa ter que pagar até o fim do aluguel. Uma cláusula de rescisão em seu contrato dita o que acontece se você tiver que rescindir seu contrato, permitindo que você saia mais cedo se pagar uma pequena taxa e – em alguns casos – encontre um inquilino para substituí-lo.

  1. O que acontece se o proprietário quiser vender o local onde moro?

Você quer a tranquilidade de saber que pode ficar parado pelo menos até o final do contrato de locação, por isso é importante descobrir o que acontecerá se o prédio mudar de propriedade. Alguns contratos estabelecem que o locatário tem prioridade de compra e, em caso de você não ter o desejo de comprar (ou o dinheiro para isso), verifique que alguns contratos de locação estabelecem que você deve desocupar o imóvel após 30 dias de aviso do início do contrato de locação. Se o novo proprietário quiser continuar alugando para você, ele pode aumentar seu aluguel e você precisará fazer um novo contrato – negocie valores!

Gostou destas dicas? Aproveite e compartilhe em suas redes sociais este post sobre as principais dúvidas que podem surgir ao escolher um imóvel para alugar!

Compartilhe nas suas redes sociais


Redação Misturebas

Seja o repórter e nos envie fotos e dados!
WhatsApp Chat: http://abre.ai/grupomisturebas
Instagram: instagram.com/portalmisturebas
Telegram: https://t.me/misturebas

Portal Misturebas – A informação ao seu alcance | 13 anos ®️


Sugestão de pauta


Mais notícias
Atendimento