Participe do grupo Misturebas no WhatsApp

Indígenas pretendem nesta quarta-feira (28) em protesto, fechar a BR-470 em Ibirama

Indígenas pretendem nesta quarta-feira (28) em protesto, fechar a BR-470 em Ibirama
Foto: Helena Marquardt/ DAV

O protesto seria pela retirada da pauta de reunião o assunto que trataria de demarcação das terras indígenas, tema discutido há décadas na região

Indígenas da Terra Laklãno, que está localizada entre os municípios de José Boiteux, Vitor Meireles e Doutor Pedrinho, devem fechar a BR-470 em Ibirama na manhã desta quarta-feira (28).

O protesto é contra a retirada da pauta de uma reunião que aconteceria nesta semana e iria discutir a demarcação das terras indígenas, assunto que se arrasta sem uma definição há décadas e já gerou diversos conflitos.

Continua depois da publicidade

Misturebas - A informação ao seu alcance!

O professor indígena, Joasias Cuiuta Cuzugni, explica que lideranças tinham uma reunião com representantes do Governo Federal marcada para amanhã para tratar do tema, mas o assunto foi retirado da pauta. “Tínhamos uma pauta numa audiência nesta quarta-feira, mas ela foi cancelada então decidimos fazer esse manifesto, no mesmo dia em que aconteceria a reunião, para cobrar a demarcação das terras indígenas”, informa.

O protesto será feito na BR-470 em frente a churrascaria Boi na Brasa, próximo ao trevo de Ibirama. Às 8H da manhã os indígenas começam o dia com uma passeata no Centro de José Boiteux e depois se deslocam para Ibirama onde devem impedir a passagem de veículos por até uma hora. “Estaremos na BR- a partir das 10h e acreditamos que o trânsito deva ficar fechado cerca de 40 minutos até uma hora. Claro que temos a dificuldade de transporte, mas a expectativa é levar um bom número de pessoas para participar do manifesto”, completa Joasias.

A demarcação é um pedido antigo dos indígenas que já vem sendo discutido há décadas e que inclusive já gerou diversos conflitos com agricultores locais. Somente após esse processo os moradores das aldeias poderão ter acesso às escrituras dos terrenos que ocupam.

LEIA TAMBÉM: PMSC abre as inscrições para ingresso nos Colégios Policiais Militares do estado

Procurada pela reportagem a Polícia Rodoviária Federal (PRF) não informou se havia sido comunicada e se deve acompanhar o protesto. Já a prefeitura de José Boiteux disse através de sua Assessoria de Imprensa que não sabia da passeata marcada para acontecer também no Centro da cidade.

 

Fonte: Diário Alto Vale
Compartilhe nas suas redes sociais


Redação Misturebas

Seja o repórter e nos envie fotos e dados!
WhatsApp Chat: http://abre.ai/grupomisturebas
Instagram: instagram.com/portalmisturebas
Telegram: https://t.me/misturebas

Portal Misturebas – A informação ao seu alcance | 13 anos ®️

publicidade

AGWP

Sugestão de pauta


Mais notícias
Atendimento