Participe do grupo Misturebas no WhatsApp

Trabalhadores ilhados são resgatados por helicóptero dos bombeiros em Timbé do Sul

Trabalhadores ilhados são resgatados por helicóptero dos bombeiros em Timbé do Sul

Os quatro homens foram surpreendidos pelo aumento repentino do volume de água e do nível do rio após fortes chuvas na região

Quatro trabalhadores ficaram ilhados em Timbé do Sul, no Sul catarinense, nesta terça-feira, 07 de Julho, e precisaram ser resgatados pelo helicóptero dos bombeiros. A chuva na região causou enxurrada repentina e aumentou o nível do Rio Amola Faca, onde estavam as vítimas.

Segundo Marcelo Martins, que é o meteorologista da Epagri/Ciram, órgão que monitora as condições climáticas no estado, em menos de 24 horas choveu a média esperada para o mês no município.

Continua depois da publicidade

Misturebas - A informação ao seu alcance!

“A chuva veio até mais do que o normal. Os dados do Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden) indicam que choveu mais de 100 milímetros nas últimas 12 horas, evidentemente isso causa transtornos como alagamentos e enxurradas”, explica.

De acordo com a Defesa Civil estadual, há risco de deslizamento no município.

Continua depois da publicidade

Misturebas - A informação ao seu alcance!

Desde o início da tarde, também são observadas as condições de Criciúma, Nova Veneza, Forquilhinha, Turvo e Maracajá, onde choveu entre 79 e 88 milímetros até as 15h.

No estado, o órgão monitora as rajadas de vento que podem atingir a velocidade entre 60 e 75km/h nas regiões Oeste, Serra, Grande Florianópolis, Litoral Sul e Norte.

O grupo estava atravessando o Rio Amola Faca para buscar uma retroescavadeira, quando foram surpreendidos com o aumento do volume de água do rio, por conta da chuva. Os homens com idades entre 21 e 33 anos estavam trabalhando nas mediações e ficaram em um pequeno espaço de terra.

A equipe do Corpo de Bombeiros de Turvo foi acionada para o resgate por volta das 10h. O comandante de Araranguá solicitou apoio da equipe do helicóptero Arcanjo de Florianópolis.

“O volume do rio aumentou significativamente e também a sua correnteza. O deslocamento demorou cerca de uma hora por causa da chuva, restrição de visibilidade e neblina que havia no local. Depois de dois lances de deslocamentos no local fizemos o resgate das vítimas”, explica o comandante de operações aéreas, Anderson Ciotta.

Após o resgate, as vítimas receberam apoio de outros bombeiros que estavam às margens do rio, mas ninguém ficou ferido.

Fonte: G1
Compartilhe nas suas redes sociais


Redação Misturebas

Seja o repórter e nos envie fotos e dados!
http://bit.ly/FalecomPORTALMISTUREBAS

Siga nosso instagram
✅ Instagram: instagram.com/portalmisturebas

Participe do nosso grupo no WhatsApp
✅ WhatsApp: http://abre.ai/grupomisturebas
Portal Misturebas – A informação ao seu alcance | 13 anos®


Sugestão de pauta


Mais notícias
Atendimento