Participe do grupo Misturebas no WhatsApp

Fertilizantes roubados são localizados em propriedade rural de vereador de Luiz Alves

Fertilizantes roubados são localizados em propriedade rural de vereador de Luiz Alves
Foto: Polícia Civil

Cerca de 14 toneladas foram apreendidas nesta segunda-feira, 29 de junho

A Polícia Civil de Luiz Alves apreendeu 14 toneladas de fertilizantes de procedência ilícita em uma propriedade rural da cidade. A ação ocorreu nesta segunda-feira, 29 de junho, e faz parte de uma investigação complexa da Diretoria Estadual de Investigações Criminais (DEIC), que busca desarticular um esquema criminoso interestadual de compra e venda de produtos roubados.

O material estava em um terreno que pertence a um vereador da cidade. Conforme o delegado Osnei de Oliveira, o parlamentar usaria o produto na plantação dele e revenderia a outra parte. Ele, inclusive, teria feito negócios com o ex-vereador que foi interrogado em abril por suspeita de crime semelhante. À época, as equipes apreenderam 22 toneladas de açúcar roubadas no Paraná e cerca de 8 toneladas de fertilizantes.

Continua depois da publicidade

Misturebas - A informação ao seu alcance!

Oliveira explica que ainda não é possível afirmar o tamanho do esquema criminoso. As cargas são receptadas e vendidas a produtores. O delegado também não detalha a participação dos envolvidos no planejamento dos roubos. Por ora, sabe-se que as compras eram feitas há cerca de um ano e de vários fornecedores ilegais diferentes.

Além do prejuízo causado às vítimas dos roubos, a comercialização clandestina e o uso indiscriminado de fertilizantes inorgânicos, como os apreendidos nesta segunda, prejudicam a saúde e o meio ambiente, já que precisam de normas específicas para serem utilizados.

Continua depois da publicidade

Misturebas - A informação ao seu alcance!

O vereador foi ouvido pela Polícia Civil e liberado. Ele deve responder por receptação, mas as investigações continuam e novos crimes podem ser descobertos. A quantidade de envolvidos no comércio ilegal e a origem dos produtos devem ser reveladas quando o inquérito for concluído, algo que ainda não tem prazo para ocorrer.

 

Fonte: NSC | Por Bianca Bertoli
Compartilhe nas suas redes sociais


Redação Misturebas

Seja o repórter e nos envie fotos e dados!
http://bit.ly/FalecomPORTALMISTUREBAS

Siga nosso instagram
✅ Instagram: instagram.com/portalmisturebas

Participe do nosso grupo no WhatsApp
✅ WhatsApp: http://abre.ai/grupomisturebas
Portal Misturebas – A informação ao seu alcance | 13 anos®


Sugestão de pauta


Mais notícias
Atendimento