Participe do grupo Misturebas no WhatsApp

Defesa Civil de Blumenau atende ao menos 50 ocorrências durante temporal

Defesa Civil de Blumenau atende ao menos 50 ocorrências durante temporal

O forte temporal desta quinta-feira, 17 de janeiro, causou muitos estragos em Blumenau e afetou dezenas de famílias. O primeiro balanço parcial da Defesa Civil aponta ao menos 50 ocorrências foram registradas entre 18h e 20h30min.

O número não leva em consideração os dados do Corpo de Bombeiros, que registrou vários casos de queda de árvores e pessoas presas em áreas alagadas. O vento forte e a precipitação da chuva foram os vilões.

Continua depois da publicidade

A região Norte da cidade é considerada a mais prejudicada, com inúmeras ocorrências nos bairros Badenfurt, Salto do Norte, Itoupava Central e Itoupavazinha. Esse último, inclusive, teve a maior precipitação de chuva, que chegou a 95,4 milímetros nas últimas horas.

Ruas como a Luiz Maske, Almirante Barroso e 2 de Setembro tiveram trechos tomados pela água. Árvores também foram arrancadas e interromperam o fluxo de algumas vias. Foi o caso da Rua São Paulo, em frente ao Senai, no Centro.

Continua depois da publicidade

Misturebas - Anúncio
Foto: Talita Catie

No entorno da Rodoviária um carro ficou parcialmente submerso. Veículos que estavam em um estacionamento na Rua 7 de Setembro foram danificados após o telhado e parte do barranco cederem.

A comunidade da Velha também sofreu com a força do vento. Uma residência no Morro da Dona Edith teve a parede da cozinha derrubada. A família não se feriu, mas perdeu móveis, eletrodomésticos e terá de demolir parte do imóvel.

Na mesma localidade, o vento levou não só o telhado da casa. Geladeira, armários e até as janelas foram arrancadas. A Defesa Civil concentrou no Caic a entrega de lonas para os moradores.​

Quando a chuva começou a reduzir, equipes da prefeitura já estavam nas ruas para recolher, principalmente, o lixo que obstruiu muitas vias. Nessa sexta-feira, uma varredura deve ser refeita nas regiões mais afetadas para reforçar a limpeza.

Foto: Patrick Rodrigues

A recomendação para os moradores é reunir todos os materiais para descarte na frente de casa e um caminhão fará a coleta. O trabalho deve ficar mesmo para a sexta-feira, pois inúmeras regiões da cidade estão sem energia elétrica.

Segundo a Celesc, às 21h25min de quinta, 5.640 mil imóveis estavam sem luz. Desses, 2.029 no bairro Fidélis e 1.350 na Itoupava Central. Mais cedo, por volta das 18h, cerca de 53 mil unidades consumidoras de oito cidades da regional estavam sem energia.​

A Defesa Civil segue de plantão pelo telefone 199. Durante a madrugada de quinta para sexta, quem precisar de lonas também pode buscar no prédio da Prefeitura.

O AlertaBlu informa que deve chover no início da madrugada, de fraca a moderada. A previsão para a sexta-feira também aponta um temporal.

Dados AlertaBlu

  • Pico da chuva na cidade: 18h15min e 19h
  • Leitura do intervalo entre 17h15min-20h: média: 58,16mm
  • – Estação da Itoupavazinha: 84,2 mm = no intervalo entre 17h30min-18h30min

Leitura do intervalo entre 17h15min-20h, por região:

  • Central: 66,8 mm
  • Fortaleza: 67,4 mm
  • Garcia: 53,3 mm
  • Itoupavas/Badenfurt: 82,5 mm
  • Velha/Vila Nova: 41,4 mm
  • Vila Itoupava: 82 mm

Prejuízos também em Lontras, no Alto Vale

A chuva que atingiu o Vale do Itajaí entre a tarde e o começo da noite desta quinta-feira (17) também causou estragos em Lontras, no Alto Vale. Por volta das 16h, o município de pouco mais de 10 mil habitantes foi atingido por um temporal, junto de fortes rajadas de ventos. Os fenômenos naturais causaram estragos em prédios e estruturas públicas, além de residências.

 

Fonte: nsc/Por Talita Catie | Foto: Patrick Rodrigues
Compartilhe nas suas redes sociais


Siga as redes sociais do Portal Misturebas
Instagram: Clique aqui ✅ Telegram: Clique aqui
✅ Facebook: Clique aqui  ✅ Youtube: Clique aqui


Sugestão de pauta

Mais notícias
Atendimento