Participe do grupo Misturebas no WhatsApp

Deputado Ricardo Alba fala sobre violência contra a mulher e destaca Rede Catarina

Deputado Ricardo Alba fala sobre violência contra a mulher e destaca Rede Catarina

Ele também parabenizou as instituições que trabalham sério por esta causa.

O deputado Ricardo Alba (PSL) usou a tribuna na sessão ordinária da Assembleia Legislativa do Estado para ressaltar a queda do número de mortes de mulheres provocada pela violência contra elas.

No primeiro trimestre deste ano, oito mulheres perderam a vida de forma violenta, contra 17 no mesmo período do ano passado.

Continua depois da publicidade

Misturebas - A informação ao seu alcance!

“Claro que o ideal seria que este número fosse zero, mas a diminuição deste tipo de crime é um bom sinal”, acentua Alba, que aproveitou para parabenizar o trabalho da Rede Catarina de Proteção à Mulher, efetuado pela Polícia Militar.

O parlamentar ainda lembrou que repassou R$ 1,27 milhão em emendas individuais para investimentos na segurança pública dos catarinenses e parte desses recursos foram carimbados para a Rede Catarina.

Continua depois da publicidade

Misturebas - Anúncio

Em seu discurso, Alba foi enfático ao dizer que violência contra a mulher é sempre um assunto triste de abordar, “porque é o tipo de coisa que nem deveria existir. As mulheres merecem nosso carinho e respeito. São mães, irmãs, esposas, filhas… não podem ser vítimas da covardia de alguém”.

Nesta linha, o parlamentar disse que fica feliz em poder colaborar com a Rede Catarina de Proteção à Mulher, importante programa da PM catarinense.

LEIA TAMBÉM: Celesc alerta sobre tentativa de golpe em nome da empresa

Lembrou que destinou recursos de emendas parlamentares para melhor aparelhar a Rede, como forma de fortalecer os serviços prestados às mulheres catarinenses. Ao dizer que não é do seu feitio segmentar a sociedade em grupos e cotas, pois isso soa ainda mais discriminatório, Alba disse que acredita em ações de prevenção e conscientização no combate à violência contra a mulher. Terminou parabenizando as instituições que trabalham sério por esta causa.

Compartilhe nas suas redes sociais


Siga nossas redes sociais
Instagram: Clique aqui ✅ Telegram: Clique aqui
✅ Facebook: Clique aqui  ✅ Youtube: Clique aqui


Sugestão de pauta


Mais notícias
Atendimento