Participe do grupo Misturebas no WhatsApp

Dobradiça na hélice torna drone capaz de levantar um ser humano

Dobradiça na hélice torna drone capaz de levantar um ser humano
Imagem: Jean-Paul Reddinger

O ganho de força de ascensão e controle foi obtido com a instalação da dobradiça na raiz da lâmina, próximo ao cubo.

Acelerando mais rápido

Um engenheiro norte-americano acredita que uma nova dobradiça é a chave para fazer quadricópteros grandes subirem dezenas de metros em segundos.

Continua depois da publicidade

Misturebas - A informação ao seu alcance!

O professor Jean-Paul Reddinger afirma que seu novo mecanismo pode fazer um quadrirrotor do tamanho de uma cama ascender do chão com cargas úteis com até o peso de um ser humano.

O ganho de força de ascensão e controle foi obtido com a instalação da dobradiça na raiz da lâmina, próximo ao cubo. O mecanismo é posicionado de forma que a inclinação da pá mude com a velocidade do rotor.

Demora para que os motores elétricos muito leves consigam alterar a velocidade e o empuxo do rotor, o que acaba impactando a velocidade, o alcance e a estabilidade de voo do veículo.

Com este novo acoplamento, o empuxo se torna mais sensível às mudanças na rotação por minuto (RPM).

Quadricópteros para entregas

Helicópteros com quatro rotores, comumente chamados de quadrirrotores ou quadricópteros, fazem parte de uma família de sistemas de aeronaves não-tripuladas que possuem dois pares de rotores e hélices em contrarrotação. Esses veículos podem pairar, voar para frente e realizar decolagens e pousos verticais, semelhantes aos helicópteros.

Veja Também: Governo de SC testa catraca com reconhecimento facial de servidores

Várias empresas querem usar esses veículos aéreos para fazer entregas. Contudo, conforme os quadrirrotores e aeronaves semelhantes aumentam de tamanho, a inércia extra da pá do rotor os deixa mais lentos.

De acordo com Reddinger, os projetistas têm lidado com a questão da capacidade de resposta dos veículos em uma de duas maneiras: Ou eles adicionam um prato oscilante para controlar ativamente a inclinação da pá, ou apenas colocam rotores menores.

“O problema é que ambas as soluções pesam mais, o que significa que a aeronave não pode carregar tantos equipamentos, câmeras ou baterias,” disse ele.

Compartilhe nas suas redes sociais


Redação Misturebas

Seja o repórter e nos envie fotos e dados!
WhatsApp Chat: http://abre.ai/grupomisturebas
Instagram: instagram.com/portalmisturebas
Telegram: https://t.me/misturebas

Portal Misturebas – A informação ao seu alcance | 13 anos ®️


Sugestão de pauta


Mais notícias
Atendimento