Participe do grupo Misturebas no WhatsApp

Seis pessoas morrem após avião que transportava o Palmas Futebol e Regatas cair no Tocantins

Seis pessoas morrem após avião que transportava o Palmas Futebol e Regatas cair no Tocantins

Morreram além do piloto da aeronave, o presidente e mais quatro atletas do clube.

Uma tragédia ocorreu na manhã deste domingo 24 de janeiro, no Estado do Tocantins, quando uma avião que transportava parte da equipe do Palmas Futebol e Regatas, time da Série D,  acabou caindo logo após sua decolagem, no distrito de Luzimangues, em Porto Nacional (TO).

Logo após a queda a aeronave foi tomada totalmente pelas chamas ficando completamente destruída até a chegada da equipe dos bombeiros ao local.

Continua depois da publicidade

Misturebas - A informação ao seu alcance!

No avião que viajavam seis pessoas entre elas o piloto da aeronave identificado como comandante Wagner Machado, de 59 anos., o Presidente do Clube Lucas Meira de 32 anos, além de mais quatro atletas do clube Lucas Praxedes, de 23 anos; Guilherme Noé, de 28 anos; Ranule, de 27 anos e Marcus Molinari, de 23 anos, todos não resistiram ao impacto da aeronave com o solo além da explosão provocando um incêndio, tiveram o óbito confirmado no local.

Em uma nota o Clube do Palmas informou que, os atletas estavam no voo particular porque tinham sido diagnosticados com a Covid-19 e o período de isolamento terminaria neste domingo, sendo que o restante da equipe já se encontrava em Goiânia local ode seria feita a partida contra o Vila Nova pela Copa Verde.

A partida estava programada para esta segunda-feira (25), o Clube do Vila Nova emitiu nota lamentando o acidente e informando que vai colaborar para o adiamento da partida. A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) informou que o jogo está adiado e não tem nova data para acontecer.

A Aeronáutica informou que enviou uma equipe de Brasília para Porto Nacional para investigar o acidente. Ainda não foi informado quanto tempo a apuração deve demorar.

O Corpo de Bombeiros informou que se trata de um bimotor modelo Baron, de prefixo PTLYG. O site da fabricante do avião, a Beechcraft, indica que este tipo de aeronave pode transportar no máximo seis pessoas por voo.

De acordo com o Registro Aeronáutico Brasileiro (RAB), o avião pertencia a uma construtora com sede no Pará e não tinha autorização para realização de serviços de táxi aéreo.

LEIA TAMBÉM: Bombeiros Militares controlam incêndio em uma edificação agrícola, em Ituporanga

A assessoria do Palmas informou que o avião tinha sido adquirido há pouco tempo pelo presidente, Lucas Meira, e que estava em fase de transferência. O time informou que o avião não estava realizando serviço de táxi aéreo.

Foto: Rodrigo Noleto/Divulgação

Imagens feitas no local mostram que a aeronave ficou completamente destruída com o choque. Além do IML e dos Bombeiros, equipes da Polícia Militar estiveram no local prestando apoio.

Compartilhe nas suas redes sociais


Redação Misturebas

Seja o repórter e nos envie fotos e dados!
WhatsApp Chat: http://abre.ai/grupomisturebas
Instagram: instagram.com/portalmisturebas
Telegram: https://t.me/misturebas

Portal Misturebas – A informação ao seu alcance | 13 anos ®️


Sugestão de pauta


Mais notícias
Atendimento