Participe do grupo Misturebas no WhatsApp

Anvisa não concede registro a vacina russa contra Covid-19 por enquanto no Brasil

Anvisa não concede registro a vacina russa contra Covid-19 por enquanto no Brasil

O pedido de registro da Sputinik V, foi devolvido por falta de informações técnicas suficientes para respaldar a autorização de uso.

Segundo informações do Correio Braziliense, em menos de 36 horas, a Anvisa devolveu o pedido de registro da Sputinik V, a vacina russa contra Covid 19.

O grupo brasileiro União Química e o Fundo Soberano de Investimento da Rússia, “dono “ da vacina, entraram na sexta feira, 15 de janeiro, com o pedido de uso emergencial da Sputinik V.  Mas a Anvisa neste sábado (16) negou o pedido por falta de informações técnicas suficientes para respaldar a autorização de uso.

Continua depois da publicidade

Misturebas - A informação ao seu alcance!

A notícia foi divulgada enquanto a comitiva da indústria farmacêutica União Química está em meio à viagem de retorno da Rússia ao Brasil.

Os executivos da empresa estavam até então otimistas com a comercialização e uso da vacina russa no Brasil, até tinham fechado contrato para garantir 10 milhões de doses da Sputinik até março.

As fábricas da União Química no DF e em São Paulo  já estão preparadas para o início da produção.

O Rdif, Fundo Soberano de Investimentos da Rússia, já tem pedidos em carteira de mais de 500 milhões de doses para o mundo.

Cerca de 1,5 milhão de russos já foram imunizados com a Sputinik. Bolívia, Sérvia e Bielorussia  também estão usando a vacina. E o Paraguai autorizou na sexta-feira (15).

Segundo o contrato entre a União Química e a Rússia, a empresa brasileira vai  produzir vacinas para abastecer a América Latina. Mas a prioridade seria atender o Brasil. A empresa tem oito laboratórios no país e um nos EUA.

O grupo, no entanto, deve entrar com outro pedido de uso emergencial da vacina russa junto à Anvisa , acrescentando mais informações técnicas que possam convencer o governo brasileiro a liberar a Sputinik.

LEIA TAMBÉM: Motorista embriagado provoca acidente e deixa um ferido, em Timbó

Duas comissões técnicas da União Química foram à Rússia na semana passada para fechar a parceria. Um deles , o de industrialização, foi exatamente para colher informações que subsidiassem o pedido à Anvisa.

Compartilhe nas suas redes sociais


Redação Misturebas

Seja o repórter e nos envie fotos e dados!
WhatsApp Chat: http://abre.ai/grupomisturebas
Instagram: instagram.com/portalmisturebas
Telegram: https://t.me/misturebas

Portal Misturebas – A informação ao seu alcance | 13 anos ®️


Sugestão de pauta


Mais notícias
Atendimento