Participe do grupo Misturebas no WhatsApp

Governadora anuncia convênio para penitenciária em Blumenau e programa de custeio para Centros de Inovação

Governadora anuncia convênio para penitenciária em Blumenau e programa de custeio para Centros de Inovação
Foto: Divulgação / Acib

Daniela Reinehr participou do encontro por videoconferência

Líderes de entidades empresariais receberam anúncios de investimentos importantes para Blumenau nesta terça-feira, 17. A governadora Daniela Reinehr divulgou um programa de custeio para os Centros de Inovação implantados em Santa Catarina e assinou um contrato para criar uma parceria público-privada (PPP) para a construção e operação do complexo penal do município. O encontro ocorreu na Associação Empresarial de Blumenau (Acib), com participação da governadora por videoconferência.

A assinatura do contrato com o BNDES irá atender a uma das pautas levadas pelos setores empresariais para o encontro, que é da implantação de todo o complexo penitenciário para concluir as adaptações e obras da Penitenciária Industrial de Blumenau. Além de desativar o atual presídio na Rua General Osório, que fica na área central da cidade.

Continua depois da publicidade

Misturebas - A informação ao seu alcance!

“Nas últimas duas semanas, autorizamos a realização do contrato entre o Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Administração Prisional e Socioeducativa e o BNDES. Nesta segunda recebemos a versão final do documento e estamos assinando hoje esse compromisso com Blumenau e região, para que o BNDES possa começar a estruturação de projeto”, ressaltou a governadora.

BNDES irá modelar desestatização e preparar licitação

O trabalho do BNDES consistirá em realizar a modelagem do projeto de desestatização e a preparação do processo licitatório, a ser realizado pelo Estado, que culminará com a concessão da unidade prisional.

“Com esse projeto, o BNDES inaugura sua relação com Santa Catarina na seara de PPP’s e Concessões e espera tornar-se um parceiro do Estado em projetos dessa natureza, viabilizando a atração de capital privado para a melhoria da qualidade de vida da população”, pontuou Pedro Bruno, superintendente da Área de Governo e Relacionamento Institucional do BNDES.

O complexo penitenciário terá a capacidade para até 600 presos do sexo masculino. O projeto tem potencial para ser replicado em outros locais pelo país. Tornando-se uma referência com foco na modernização da gestão e reabilitação dos detentos por meio do desenvolvimento de atividades profissionais.

O secretário da Administração Prisional e Socioeducativa (SAP) de Santa Catarina, Leandro Lima, explicou que a PPP “soma a expertise da iniciativa privada, na elaboração e execução de projeto, à atuação dos agentes penitenciários, responsáveis pela atividade de segurança no sistema prisional e representantes do poder de polícia do Estado”.

Programa de custeio dos Centros de Inovação

Daniela Reihner também destacou que os investimentos para os Centros de Inovação correspondem a um estímulo para os novos negócios na área do empreendedorismo inovador em Santa Catarina. A governadora reforçou que os detalhes e valores em torno do programa estão em fase de conclusão pela Secretaria de Estado do Desenvolvimento e Fapesc.

“O objetivo do programa é destinar um valor periódico, que servirá como sustentação para impulsionar atividades em todas as regiões, neste momento em que buscamos recuperar o equilíbrio econômico ante os impactos provocados da pandemia em 2020”, declarou a governadora.

Ricardo Stodieck, secretário-adjunto da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável (SDS), destacou a determinação da governadora por uma demanda que tem o olhar para o futuro. “É Santa Catarina mais uma vez inovando na forma de apoiar e impulsionar sua base tecnológica. Nosso papel como gestores é justamente conectar o ecossistema por meio do fortalecimento da rede”.

O presidente da Acib, Avelino Lombardi, avaliou a importância do encontro. “Esperamos que consigamos manter um relacionamento aberto com o Governo do Estado e que tenhamos o apoio de vocês para continuarmos desenvolvendo nossa cidade, e que possamos trabalhar juntos. A reunião foi proveitosa e confiamos que os projetos apresentados tenham uma continuidade,” relatou.

As entidades participantes do encontro em Blumenau foram CDL, Ampe, OAB, Codeic e Intersindical Patronal.

Ecossistema de inovação de Santa Catarina

A Rede Catarinense de Centros de Inovação conta atualmente com seis Centros de Inovação em funcionamento no estado: CI de Lages (Orion Parque), CI de Jaraguá do Sul (Novale), CI de Videira ( Dante Martorano), CI de Caçador ( Inova Contestado), CI de Joinville (Ágora Tech Park), CI de Florianópolis (ACATE). Com 84% de ocupação, o Centro de Inovação de Blumenau será o próximo a ser inaugurado, ainda em 2020.

Outros dois serão entregues ainda neste ano, em Joaçaba e Chapecó, além de outros três para o início do ano que vem e mais um até o final de 2021.

LEIA TAMBÉM: Instituto do Meio Ambiente de Santa Catarina divulga relatório de Balneabilidade

A Rede de Centros de Inovação conta ainda com outros dois projetos (Criciúma e Rio do Sul), que estão em fase final de elaboração e aprovação, com previsão de entrega até 2022, completando assim 15 estruturas que integram o ecossistema inovador de Santa Catarina.

 

 

Fonte: Governo de Santa Catarina
Compartilhe nas suas redes sociais


Redação Misturebas

Seja o repórter e nos envie fotos e dados!
WhatsApp Chat: http://abre.ai/grupomisturebas
Instagram: instagram.com/portalmisturebas
Telegram: https://t.me/misturebas

Portal Misturebas – A informação ao seu alcance | 13 anos ®️

publicidade

AGWP

Sugestão de pauta


Mais notícias
Atendimento