Participe do grupo Misturebas no WhatsApp

Carlos Moisés é afastado e Daniela será a primeira mulher a assumir o governo de SC

Carlos Moisés é afastado e Daniela será a primeira mulher a assumir o governo de SC
Foto: Bruno Collaço/Agência AL

Impeachment foi aprovado pelo Tribunal Especial na madrugada deste sábado (24); Moisés será denunciado e suspenso do cargo a partir de terça (27)

A sessão do Tribunal Misto de Julgamento na Alesc (Assembleia Legislativa de Santa Catarina) decidiu manter o processo de impeachment contra o governador Carlos Moisés (PSL), por seis votos contra quatro, na madrugada deste sábado (24).

A votação terminou por volta da 1h30 e, com o resultado, Moisés é denunciado e ficará suspenso do cargo de governador a partir de terça-feira (27).

Continua depois da publicidade

Misturebas - A informação ao seu alcance!

O governo de Santa Catarina ficará interinamente com a  vice-governadora Daniela Reinehr (sem partido). A decisão que colocou Reinehr no comando do Estado partiu do presidente do TJSC, desembargador Ricardo Roesler, que rejeitou o processo contra ela após o empate na votação.

Como foi a votação

O primeiro a se manifestar foi o deputado Kennedy Nunes (PSD), relator da Comissão Mista do impeachment. Ele votou pelo prosseguimento da denúncia.

Já o desembargador Carlos Alberto Civinski votou contrário.

Por volta das 16h, o desembargador Sérgio Rizelo começou a votar.

O quarto integrante a se manifestar foi o deputado Maurício Eskudlark (PL), que votou a favor do relatório.

A desembargadora Cláudia Lambert de Faria foi a quinta integrante a se manifestar.

Em seguida, o deputado Sargento Lima dividiu seu voto. Ele se manifestou a favor do prosseguimento do processo contra Moisés, mas contra o afastamento da vice-governadora.

O voto seguinte foi do desembargador Rubens Schultz, que votou pelo não prosseguimento do processo.

O oitavo membro a se manifestar foi o deputado Luiz Fernando Vampiro (MDB), que votou a favor do prosseguimento do processo de impeachment.

Desembargador Luiz Felipe Siegert Schuch, o nono a votar, foi a favor do prosseguimento do processo de impeachment.

A manifestação seguinte foi do deputado Laércio Schuster (PSB), que também votou a favor da continuidade do processo.

Dessa forma, foram totalizados seis votos a favor do prosseguimento do impeachment contra o governador Moisés e quatro contrários ao recebimento da denúncia.

Com o resultado, Carlos Moisés é denunciado e suspenso do cargo de governador de Santa Catarina.

Daniela Reinehr é a primeira mulher a assumir o Estado

Os votos a respeito da denúncia contra a vice-governador, Daniela Reinehr, estavam empatados.

Coube então ao presidente do TJSC, Ricardo Roesler, decidir quem iria ocupar o cargo de governador do Estado. Caso votasse a favor do processo contra Reinehr, o comando iria para as mãos do presidente da Alesc, deputado Júlio Garcia (PSD).

No entanto, Roesler rejeitou a denúncia contra a vice-governadora. O presidente também determinou que a posse ocorra na próxima terça-feira (27). Assim, na próxima semana Daniela Reinehr assumirá como governadora interina de Santa Catarina.

Sessão durou mais de 16 horas

A sessão na Alesc (Assembleia Legislativa de Santa Catarina) foi aberta às 9h desta sexta-feira (23), pelo presidente do colegiado, desembargador Ricardo Roesler.

Em seguida, estava prevista a leitura do parecer do relator, o deputado Kennedy Nunes (PSD). Porém, o relatório não foi lido.

O relator perguntou se todos estavam de acordo e a sessão seguiu para a fala dos advogados de acusação e de defesa.

Depois, o deputado Kennedy Nunes apresentou seu voto favorável à denúncia. Por volta de 12h30, a sessão foi suspensa e retomada às 14h. Nova interrupção foi feita, às 20h15, durando uma hora.

As atividades na Alesc terminaram após a decisão do presidente do TJSC de rejeitar a denuncia contra Daniela Reinehr, por volta das 2h.

Confira os votos de cada membro do Tribunal Misto

A favor do prosseguimento do processo envolvendo o governador e a vice

  • Deputado Kennedy Nunes (PSD)
  • Deputado Maurício Eskudlark (PL)
  • Deputado Sargento Lima
  • Deputado Luiz Fernando Vampiro (MDB)
  • Desembargador Luiz Felipe Siegert Schuch
  • Deputado Laércio Schuster (PSB)

Contra o prosseguimento do processo envolvendo o governador

  • Desembargador Carlos Civinski
  • Desembargador Sérgio Antônio Rizelo
  • Desembargadora Cláudia Lambert de Faria
  • Desembargador Rubens Schultz

Contra o prosseguimento do processo envolvendo a vice-governadora

  • Deputado Sargento Lima

 

 

Fonte: NDMAIS
Compartilhe nas suas redes sociais


Redação Misturebas

Seja o repórter e nos envie fotos e dados!
WhatsApp Chat: http://abre.ai/grupomisturebas
Instagram: instagram.com/portalmisturebas
Telegram: https://t.me/misturebas

Portal Misturebas – A informação ao seu alcance | 13 anos ®️

publicidade

AGWP

Sugestão de pauta


Mais notícias
Atendimento