Participe do grupo Misturebas no WhatsApp

Casa Strutz: 125 anos de história

Casa Strutz: 125 anos de história
Foto: Mirco Uálace Hetterich

A trajetória de uma das construções enxaimel mais conhecidas de Pomerode

Em um sábado de manhã do ano de 1895, um matrimônio se iniciava no local hoje conhecido como Casa Strutz. “Se respeitem mutuamente e tenham muitos filhos, porém se organizem para que eles nasçam de dois em dois anos”. Foram essas palavras que Hermann e Helena Jandre ouviram do pastor antes do casamento.

Ao fim do dia, ela estava de vestido branco, véu e grinalda e ele, de terno preto. Como na região de Pomerode havia poucas igrejas até o fim do século XIX, a cerimônia do matrimônio foi realizada na sala da casa. O dedinho do pastor na grinalda dela e o dedão na testa dele marcou a benção para a união.

Continua depois da publicidade

Misturebas - A informação ao seu alcance!

Após isso, o fotógrafo tirava em torno de quatro fotos e, rapidamente, as madrinhas retiravam o véu e grinalda da cabeça da noiva, pois era o maior símbolo do matrimônio dentro da religião luterana.

A festa durava de sábado à noite até domingo no fim do dia. A partir de segunda-feira, o trabalho começava sempre a quatro mãos, juntos, e puxando para frente.

Continua depois da publicidade

AGWP

 Veja Também:Cirurgia com material inédito no estado é realizado no Hospital Santa Isabel em Blumenau

Na semana seguinte, o fotógrafo traria as fotografias e o casal escolheria uma delas. No seu verso, o marido escrevia um desejo que ele tinha para com a esposa e os filhos que iriam nascer dessa relação e, logo abaixo, a esposa escrevia um desejo para o marido e os filhos. Este era um segredo do casal que levariam juntos para o túmulo.

Após isso, o casal produzia uma caixa de madeira. Na moldura, era colocado o véu e a grinalda e no centro a foto do casamento. A caixa era lacrada com vidro e colocada na sala, ambiente em que toda a família interagia durante a vida familiar.

125 anos mais tarde, a casa construída em técnica Enxaimel conta essa e muitas outras histórias. Hoje, além de ser ponto para turistas, também é tombada como Patrimônio Histórico Cultural de Santa Catarina.

Mirco Uálace Hetterich/Mudança: Casa Strutz antes (acima) e depois (abaixo) da restauração.

Como a construção leva o nome de quem a fez, é chamada oficialmente de Casa Hermann Jandre. Porém, como o neto de Hermann, Armando Strutz, é o proprietário atual, popularmente começou a ser chamada de Casa Strutz.

A construção foi remontada em 1931, do outro lado da rua onde originalmente ganhou vida. Permanece lá até hoje, obedecendo a mesma estrutura original. Além disso, nos anos 1990 foi realizada uma reforma no assoalho da varanda e no telhado.

Desde 2017, a casa abriga uma loja de produtos feitos em Pomerode, a Delicaten Haus. E, como está localizada no início da Rota do Enxaimel, virou ponto obrigatório para turistas.

Em março de 2020, o filho de Armando, Sérgio Strutz e sua esposa, Marlete Kressin Strutz, decidiram restaurar a casa, pois, segundo eles, já não estava em bom estado. O casal entrou em contato com a Prefeitura de Pomerode que ficou encarregada de conseguir a liberação para a restauração.

Geisebel Cordeiro/Tradição: Caixa de madeira feita após o matrimônio com a foto do casal.

Segundo Mirco Uálace Hetterich, gerente do Patrimônio Histórico de Pomerode, todas as 52 casas Enxaimel localizadas em Testo Alto precisam realizar a requisição de restauro para o Instituto de Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan). Além disso, todo auxílio às casas passa pela aprovação do Conselho do Patrimônio Histórico de Pomerode.

Marlete, esposa de Sérgio, ajudou com o que podia durante a restauração. “Levei telhas e pintei. Mas o melhor de tudo foi cuidar dos detalhes para dentro da casa, deixar bem parecido com o que era antigamente, móveis, cortinas e alguns objetos”, comenta ela.

No total, foram em torno de oito semanas para finalizar a restauração. Além da pintura, todas as telhas e alinhamentos da varanda foram trocados.

Sérgio reconhece que todo o esforço valeu a pena. “Foi necessário muito trabalho e investimento financeiro, mas isso não importa, o resultado foi gratificante”, finaliza.

 

 

Fonte: TESTONOTÍCIAS

Compartilhe nas suas redes sociais


Redação Misturebas

Seja o repórter e nos envie fotos e dados!
WhatsApp Chat: http://abre.ai/grupomisturebas
Instagram: instagram.com/portalmisturebas
Telegram: https://t.me/misturebas

Portal Misturebas – A informação ao seu alcance | 13 anos ®️


Sugestão de pauta


Mais notícias
Atendimento