Participe do grupo Misturebas no WhatsApp

Polícia Civil cumpre mandado de prisão por tentativa de homicídio, em Porto Belo

Polícia Civil cumpre mandado de prisão por tentativa de homicídio, em Porto Belo
Foto: PCSC

Homem é investigado por ter atacado com golpes de foice um funcionário do posto de saúde

A Polícia Civil, por meio da Delegacia de Polícia de Porto Belo, cumpriu na noite de quinta-feira, 24 de setembro, um mandado de prisão preventiva de um homem de 30 anos. Ele é investigado por ter atacado com golpes de foice um funcionário do posto de saúde do Jardim Dourado, bairro Perequê, em Porto Belo, na manhã do dia 18 de setembro.

A vítima é um homem que trabalha no setor de limpeza da unidade de saúde. O homem foi ferido na cabeça, no peito e também na mão, com cortes e fraturas, e está internado no Hospital Ruth Cardoso.

Continua depois da publicidade

Misturebas - A informação ao seu alcance!

O autor dos golpes de foice fugiu após o crime. Apesar de ter sido identificado, não foi mais localizado. Na segunda-feira, o investigado se apresentou na Delegacia de Porto Belo com advogado, onde foi interrogado, admitindo a autoria. Alegou que estava tentando reatar o casamento, estando separado da esposa há alguns dias e que a vítima, que era colega de trabalho dela, estaria supostamente dificultando. Relatou que não tinha intenção de matar, que desferiu os golpes com o lado contrário da foice e não teria ameaçado outras pessoas.

LEIA TAMBÉM: Três cachorros em situação de maus-tratos são resgatados em Joinville

Continua depois da publicidade

AGWP

Houve a representação pela prisão preventiva do autor por considerar que o caso se tratava de tentativa de homicídio, em razão do meio violento empregado e pela gravidade das lesões. “Mesmo tendo se apresentado, a versão do autor possui inconsistências, e só não matou a vítima porque esta conseguiu com uma cadeira se defender dos golpes e afastar a injusta agressão”, afirma o Delegado de Polícia Ricardo Melo. O Judiciário deferiu o mandado de prisão, que foi cumprido. O inquérito policial deverá ser concluído em 10 dias.

 

Fonte: PCSC
Compartilhe nas suas redes sociais


Redação Misturebas

Seja o repórter e nos envie fotos e dados!
WhatsApp Chat: http://abre.ai/grupomisturebas
Instagram: instagram.com/portalmisturebas
Telegram: https://t.me/misturebas

Portal Misturebas – A informação ao seu alcance | 13 anos ®️


Sugestão de pauta


Mais notícias
Atendimento