Participe do grupo Misturebas no WhatsApp

Homem procurado pela Interpol é preso em Balneário Camboriú

Homem procurado pela Interpol é preso em Balneário Camboriú
Fotos: PCSC

O alvo seria ligado a um cartel de drogas no Paraguai e estaria foragido há nove anos

Na manhã desta quarta-feira, 23 de setembro, uma operação conjunta entre a Polícia Civil de Santa Catarina e a Polícia Federal capturou em Balneário Camboriú (SC) um foragido da Justiça do Paraguai que estava escondido em Santa Catarina. Ele foi preso pela manhã em uma casa na região central do município do litoral Norte catarinense.

O nome do foragido constava na difusão vermelha da lista de procurados pela Interpol. O homem, que tem nacionalidade paraguaia, teria participação ativa nas operações de tráfico de drogas, bem como na aquisição de bens móveis e imóveis como também haveria criado empresa para dissimular dinheiro do tráfico de drogas no Paraguai.

Continua depois da publicidade

Misturebas - A informação ao seu alcance!

O alvo seria ligado a um cartel de drogas no Paraguai e estaria foragido há nove anos da Justiça do Paraguai por tráfico internacional de drogas, associação para o tráfico e lavagem de dinheiro.

Após o monitoramento do foragido em Balneário Camboriú, houve um trâmite pelas Polícias Civil e Federal junto às autoridades da Justiça brasileira de solicitação de mandado judicial expedido pelo Brasil para fins da captura e busca e apreensão no local, o que foi deferido.

Continua depois da publicidade

AGWP

LEIA TAMBÉM: Corpos de mãe e filha são encontrados enterrados em Rio dos Cedros

A prisão é fruto da integração entre as polícias e os diversos órgãos envolvidos. Houve apoio também do Centro Integrado de Operações de Fronteira da Secretaria de Operações Integradas do Ministério da Justiça e Segurança Pública (CIOF/SEOPI/MJSP); do Departamento de Recuperação de Ativos e Cooperação Jurídica Internacional – DRCI/MJSP; do CCPI – Centro de Cooperação Policial Internacional da Polícia Federal do Rio de Janeiro; do Departamento Contra el Crimen Organizado de la Policía Nacional de Assunção, no Paraguai e do Instituto Geral de Perícias (IGP) de Santa Catarina.

 

Fonte: PCSC
Compartilhe nas suas redes sociais


Redação Misturebas

Seja o repórter e nos envie fotos e dados!
WhatsApp Chat: http://abre.ai/grupomisturebas
Instagram: instagram.com/portalmisturebas
Telegram: https://t.me/misturebas

Portal Misturebas – A informação ao seu alcance | 13 anos ®️


Sugestão de pauta


Mais notícias
Atendimento