Participe do grupo Misturebas no WhatsApp

Prédio desaba na região de Curitiba deixa cinco feridos nesta madrugada de sábado

Prédio desaba na região de Curitiba deixa cinco feridos nesta madrugada de sábado

Um estacionamento que estava em obras há 15 dias levanta suspeitas de que pode ter sido a causa do desabamento da estrutura

Parte de um prédio comercial desabou na madrugada deste sábado, 04 de Julho, em Colombo, região metropolitana de Curitiba, e deixou cinco pessoas feridas, entre elas um casal de crianças.

Segundo informações da Polícia Militar (PM), o prédio caiu por volta das 3h30, na Avenida Santos Dumont, no bairro São Gabriel.

Continua depois da publicidade

Misturebas - A informação ao seu alcance!

O Corpo de Bombeiros foi acionado por vizinhos e precisou retirar as vítimas que estavam debaixo dos escombros.

Continua depois da publicidade

Misturebas - A informação ao seu alcance!

O trabalho de resgate durou cerca de uma hora e meia. Além da área comercial, a construção contava com dois apartamentos. As vítimas do apartamento que desabou e seriam da mesma família.

De acordo com a PM, uma mulher de 25 anos e um homem de 29 anos tiveram ferimentos moderados e foram encaminhados para o Hospital do Trabalhador, em Curitiba. As duas crianças, de 6 e 10 anos, foram levadas para o Hospital Evangélico, também na capital.

Não havia registro da gravidade dos ferimentos delas. A quinta vítima, uma mulher de 50 anos, ficou gravemente ferida e também foi encaminhada para o Evangélico. Uma das vítimas, o homem de 29 anos, é funcionário dele.

O prédio onde funcionava um centro comercial contava com um supermercado que estava desativado para reformas, dois apartamentos e uma academia.

Um estacionamento que estava em obras há 15 dias levanta suspeitas de que pode ter sido a causa do desabamento da estrutura.

Por meio de nota enviada pelo advogado do dono do local, ao jornal Meio Dia Paraná, a afirmação é de que a obra no estacionamento estava regular, com alvará e permissão para escavação. A obra seria para construir um estacionamento coberto para o mercado.

Na área que não desabou fica outro apartamento, onde estava uma outra família. Ninguém se feriu. A perícia que deve apurar o motivo do desabamento do prédio será feita pela Polícia Civil. O prazo para a conclusão dos trabalhos é de 60 dias.

Jorge Arnaldo, dono da academia que funcionava no local há 20 anos, disse que receber a notícia do desmoronamento foi como ver um sonho desabar. “Quando a gente vê isso daí, a gente fala que é um sonho que a gente tinha que desabou”, relatou ele ao Meio Dia Paraná.

Todos que tinham seus pertences no prédio aguardam o momento para poder retirar o que sobrou.

 

Fonte: Tribuna Paraná
Compartilhe nas suas redes sociais


Redação Misturebas

Seja o repórter e nos envie fotos e dados!
http://bit.ly/FalecomPORTALMISTUREBAS

Siga nosso instagram
✅ Instagram: instagram.com/portalmisturebas

Participe do nosso grupo no WhatsApp
✅ WhatsApp: http://abre.ai/grupomisturebas
Portal Misturebas – A informação ao seu alcance | 13 anos®


Sugestão de pauta


Mais notícias
Atendimento