Celesc realiza operação de combate a ligações clandestinas na praia do Ervino

Celesc realiza operação de combate a ligações clandestinas na praia do Ervino

A região tem aproximadamente 5,6 mil residências e cerca de 3 mil irregulares por estarem em área ambientalmente protegida.

Em operação realizada nesta quinta-feira, 28 de novembro, que durou quase duas horas, na praia do Ervino, em São Francisco do Sul, a Celesc efetuou o corte de ligações clandestinas que forneciam energia para 100 residências. Também foram desligados 20 pontos irregulares que distribuíam energia para outras 100, totalizando 200 residências /comércio. Essa é a segunda etapa da ação que envolveu 60 profissionais da Celesc, 40 policiais militares (cavalaria e tático). A primeira aconteceu em julho deste ano com o desligamento de 170 ligações clandestinas em residências.

A região tem aproximadamente 5,6 mil residências ( 2,5 mil registrados na Celesc) e cerca de 3 mil irregulares por estarem em área ambientalmente protegida. Esse tipo de ligação é crime e oferece risco à vida e ao patrimônio, além de afetar a qualidade da energia fornecida aos consumidores regulares. “Importante ressaltar que no loteamento, os consumidores com energia suspensa, podem ter suas ligações regularizadas. Para isso, basta solicitar a autorização para ligação de energia elétrica junto à Secretaria Municipal do Meio Ambiente de São Francisco do Sul e pedir a ligação regular para Celesc”, explicou o gerente regional do Núcleo Norte, Wagner Vogel.

Continua depois da publicidade

Misturebas - A informação ao seu alcance!

O trabalho é realizado em conjunto com o Ministério Público de Santa Catarina, a Polícia Militar, a Polícia Civil e a Prefeitura com o objetivo de regularizar as ligações de energia elétrica na praia do Ervino, em São Francisco do Sul.

 

Compartilhe nas suas redes sociais


Sugestão de pauta

Deixe um comentário.


Receba as novidades no seu email


Mais notícias
Atendimento