Diretora e 3 professoras são indiciadas por suspeita de maltratar crianças em Centro Educacional de Barra Velha

Diretora e 3 professoras são indiciadas por suspeita de maltratar crianças em Centro Educacional de Barra Velha

De acordo com o inquérito, crianças que não conseguiam cumprir as atividades propostas pelas professoras recebiam punições.

Três professoras e a diretora de um centro educacional particular de Barra Velha, no Litoral Norte catarinense, foram indiciados por suspeita maltratar, coagir e submeter alunos a situações vexatórias. Os casos teriam ocorrido no primeiro semestre. De acordo com a apuração da polícia, as crianças eram trancadas e outras chegavam a passar mal, porque eram obrigadas a comer contra a vontade.

A mãe de uma criança de 3 anos, que preferiu não se identificar, disse que a filha seria uma das vítimas. “Em relação a minha filha, pelo o que eu sei, ela ficava muito em quartos sozinha, isolada, porque ela não falava. Dizem que tem um vídeo que a professora chamava ela de porca porque ela havia feito necessidades nas calças e disse que não ia limpar ela até que outra professora chegar”, afirmou a mulher.

Continua depois da publicidade

Misturebas - A informação ao seu alcance!

Ela também disse que uma das funcionárias da escola também falou sobre outra denúncia. “Pelo que uma funcionária da escola me falou, ele tinha mania de morder as crianças, então ele foi colocado um cinto ao redor do pescoço dele e ele foi puxado pela escola como se fosse uma coleira”, explicou.

Investigação

De acordo com o delegado Eduardo Ferraz as denúncias chegaram por meio do Conselho Tutelar após denúncia dos pais. De acordo com o inquérito, crianças que não conseguiam cumprir as atividades propostas pelas professoras recebiam punições.

Continua depois da publicidade

Misturebas - Anúncio

“Os depoimentos foram encaminhados para psicólogas policiais de Itajaí e o inquérito foi encaminhado para o Ministério Público e caso a denúncia seja aceita, as quatro suspeitas podem ir a julgamento”, afirmou.

Outro lado

A advogada que representa a escola nega as acusações. “Não foi ainda ofertada a denúncia e vamos nos manifestar em um momento oportuno”. Das três professoras indiciadas, uma foi afastada da unidade de ensino.

 

Fonte: G1 SC | Foto: Reprodução/NSC TV
Compartilhe nas suas redes sociais


Sugestão de pauta

Deixe um comentário.


Receba as novidades no seu email


Mais notícias
Atendimento