Participe do grupo Misturebas no WhatsApp

Satélite desenvolvido na UFSC será lançado por foguete da China em dezembro

Satélite desenvolvido na UFSC será lançado por foguete da China em dezembro

O FloripaSat-1 será transportado pelo foguete chinês Longa Marcha-4 e lançado na madrugada do dia 17 de dezembro.

Um satélite desenvolvido na Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) será lançado no espaço. Em produção por alunos de graduação, mestrado e doutorado dos cursos de Engenharia Elétrica, Automação e Mecânica, o FloripaSat-1 será transportado pelo foguete chinês Longa Marcha-4. O lançamento está marcado para a madrugada do dia 17 de dezembro, às 0h21, conforme o horário de Brasília, no Centro de Lançamento de Taiyuan (TSLC), na China.

De acordo com a UFSC, o FloripaSat-1 é o primeiro nanossatélite — que é um equipamento com 1,33 kg por unidade — de pesquisa tecnológica da instituição que vai ser colocado em órbita neste ano. Ele foi construído em parceria com o programa Uniespaço da Agência Espacial Brasileira (AEB).

Continua depois da publicidade

Misturebas - A informação ao seu alcance!

Inovação

O projeto é coordenado pelo professor Eduardo Augusto Bezerra, do Departamento de Engenharia Elétrica e está previsto para durar dois anos. Conforme a universidade, a função principal do projeto é envolver estudantes em uma missão espacial completa, desenvolvendo todos os módulos de um nanossatélite e a própria estação terrestre de comunicação.

Além disso, também busca fortalecer o estado catarinense como um polo na área espacial para atrair objetos inovadores e de grande complexidade, estimulando investimentos públicos e privados.

Continua depois da publicidade

Misturebas - A informação ao seu alcance!

Outro satélite sino-brasileiro — parte chinês, parte brasileiro —, também será enviado na ocasião. O CBERS-4A é um projeto da AEB em conjunto com a Academia Chinesa de Tecnologia Espacial (CAST) e irá fornecer imagens para monitoramento do meio ambiente. A partir dele, será possível identificar desmatamentos, desastres naturais e observar a expansão sustentável da agricultura e das cidades, de acordo com a UFSC.

 

Fonte: G1 SC | Foto: Universidade Federal de Santa Catarina
Compartilhe nas suas redes sociais


Redação Misturebas

Seja o repórter e nos envie fotos e dados!
http://bit.ly/FalecomPORTALMISTUREBAS

Siga nosso instagram
✅ Instagram: instagram.com/portalmisturebas

Participe do nosso grupo no WhatsApp
✅ WhatsApp: http://abre.ai/grupomisturebas
Portal Misturebas – A informação ao seu alcance | 13 anos®


Sugestão de pauta


Mais notícias
Atendimento